Setecidades

Polícia pediu prisão temporária de autor de feminicídio em São Bernardo


A Polícia Civil de São Bernardo aguarda decisão da Justiça sobre pedido de prisão temporária do ajudante de pedreiro Adilson Alves dos Santos, 42 anos, que matou no último sábado a ex-mulher, a faxineira Alessandra Oliveira da Silva, 39. O acusado continua foragido. A expectativa do delegado Wagner Milhardo Alves, titular do 3° DP (Distrito Policial) da cidade, responsável pela investigação, é que a decisão saia até amanhã.

Na tarde do último sábado, o auxiliar de pedreiro aguardou a passagem de Alessandra pelo trajeto entre a casa e o trabalho e após uma discussão, a atingiu com uma faca na lateral do corpo e nas costas, fugindo em seguida. Quando o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a vítima já estava morta. Uma câmera de segurança da GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo registrou o momento em que Santos chega ao local. Um dia antes, Alessandra - que já estava separada do ex-companheiro devido ao uso de crack por parte dele havia três meses - o proibiu de entrar na casa onde morava.

“Acreditamos que ele não deva estar longe. Sem dinheiro, usuário de drogas, não teria muitas opções", avaliou o delegado. Após a Justiça decretar a prisão, a polícia poderá divulgar fotos do acusado para auxiliar na sua captura.

O crime foi registrado como feminicídio, qualificadora para homicídios de mulheres motivados pela questão de gênero. “Neste caso entendo que a motivação foi a droga, a revolta por não poder entrar mais na casa. Ele já tinha passagem por furto do celular da própria filha”, destacou o delegado. Qualquer informação que ajude a localizar o assassino pode ser passada pelo Disque Denúncia 181 ou na própria delegacia, no Bairro Assunção (Avenida João Firmino, 425. Telefone 4351-1200.

Na quinta-feira passada, conforme publicado pelo Diário, no Jardim Zaíra, em Mauá, a faxineira Vanessa Caetano de Oliveira, 38, também havia sido atingida por faca, no rosto, no peito e nos membros pelo namorado, o inspetor Jaime Borges de Lima, 67. Ela deixou quatro filhos e ele foi preso em flagrante.  

Comentários


Veja Também


Polícia pediu prisão temporária de autor de feminicídio em São Bernardo

A Polícia Civil de São Bernardo aguarda decisão da Justiça sobre pedido de prisão temporária do ajudante de pedreiro Adilson Alves dos Santos, 42 anos, que matou no último sábado a ex-mulher, a faxineira Alessandra Oliveira da Silva, 39. O acusado continua foragido. A expectativa do delegado Wagn...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar