Cena Política

Acolhida, Alaíde afaga vereadores


Prefeita em exercício de Mauá desde o dia 15 de maio, Alaíde Damo (MDB) sofreu nos primeiros dias para identificar quais vereadores embarcariam em um eventual governo emedebista. O prefeito eleito, Atila Jacomussi (PSB), havia pavimentado ampla maioria na Casa, com 21 dos 23 votos. Depois de sua prisão, até mesmo os políticos buscaram entender a acomodação de forças na cidade. Passados três meses, Alaíde conseguiu conquistar o Legislativo. Vereadores não saem de seu gabinete. Por outro lado, projetos e requerimentos indigestos ao governo são barrados em votações na Casa. Como a relação está boa, agora vem o tempo de bonança. Nesta semana, a administração nomeou dezenas de indicações de vereadores para os mais variados cargos em comissão – há secretários adjuntos, chefes de serviço e de divisão. Dizem que a paz foi selada até mesmo com Adelto Cachorrão (Avante), que é muito ligado a Júnior Orosco (PDT), ex-genro de Alaíde.

Substituições
A Prefeitura de Diadema publicou ontem a convocação de suplentes de conselheiros tutelares afastados judicialmente, suspeitos de improbidade administrativa. Foram chamados Marcelo Anderson Apolinário, Catarina Sousa da Silva, José Carlos Nunes da Cruz e Fernando José Rosa para os lugares de Gustavo Leandro da Silva, Francelino do Nascimento, Vanessa Aparecido Serafim e Giselma dos Santos Gonfá. Amanda Terra Castilho Koppe, também investigada pela Justiça por supostamente fraudar espelho de ponto de frequência, havia renunciado ao cargo em março e substituída justamente por Giselma.

Leia Mais

Nomeação
Mestre de cerimônia na Prefeitura de Mauá durante administrações do PT, Waldir Luiz Silva foi visto circulando no gabinete do vereador Fernando Rubinelli (PDT). Nos Atos Oficiais do Legislativo, não há portaria que indica que Waldir Luiz, que também foi locutor de campanhas petistas no município, trabalha para o pedetista, mas servidores da Casa acreditam que essa formalização é questão de tempo.

Novo adiamento
Pela segunda vez, o presidente da Câmara de Santo André, Almir Cicote (Avante), anunciou o adiamento da audiência pública que discutiria o transporte público da cidade, em especial o sistema de gratuidade. A sessão estava prevista para acontecer hoje à noite. O novo adiamento foi aprovado durante os trabalhos de ontem no Legislativo, a pedido do parlamentar Willians Bezerra (PT). O debate foi transferido para o dia 3.

Atividade
No domingo, o Psol de São Caetano organiza atividade para ouvir propostas dos candidatos Ivan Valente, atual deputado federal e que busca a reeleição, e Toninho Vespoli, que tenta mandato de deputado estadual. A atividade também acolherá plenária da candidata do partido ao governo de São Paulo, Lisete Arelaro. O evento está marcado para as 10h, no Edifício The Office, Rua Alegre, 470, bairro Barcelona.

Sede
São Caetano está próxima de sediar, em novembro, reunião da FNP (Frente Nacional de Prefeitos). Na segunda-feira a direção anunciará a sede. A atividade tem maior importância porque, provavelmente, vai receber o presidente eleito da República. Vale lembrar que o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), é um dos vices da instituição.

Lançamento
Dobrada oficial do governo do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), será lançada oficialmente amanhã, às 16h, no Clube Okinawa. Ex-secretária de Habitação e ex-deputada estadual, Regina Gonçalves (PV) tentará cadeira de deputada federal. Atual vice-prefeito de Diadema, Márcio da Farmácia (Podemos) concorre a uma cadeira na Assembleia Legislativa. 

Comentários


Veja Também


Voltar