Política

'Baronato financeiro pedirá meu fígado na eleição', diz Ciro


O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, reafirmou na manhã desta sexta-feira, 10, a proposta de revogar o teto de gastos, caso ele seja eleito. De acordo com o ex-ministro, a medida é um dos impeditivos da melhoria da qualidade da educação no País.

"Por causa disso, o baronato financeiro vai pedir o meu fígado na eleição", afirmou, em evento organizado pela ONG Todos Pela Educação e pelo jornal Folha de S.Paulo.

Leia Mais

De acordo com Ciro, o "Brasil tem muito dinheiro". "Nosso problema é conflito distributivo, porque a gente gasta muito com despesas financeiras", disse.

Para o candidato, a saída para a melhoria da educação brasileira é a ampliação dos investimentos, tanto na construção de instituições de ensino como no aumento salarial de professores. O pedetista evocou ainda a experiência das gestões dele no Ceará.

"Para tudo isso acontecer, é necessário revogar o teto de gastos e fazer uma reforma tributária, que vai resolver conflitos tributários no País", afirmou Ciro Gomes.

Comentários


Veja Também


Voltar