Esportes

São Caetano passa fácil pelo Bragantino


 O São Caetano confirmou a expectativa lançada sobre o time e não encontrou dificuldades para superar o Bragantino, ontem, na estreia das equipes na Copa Paulista. Jogando no Estádio Anacleto Campanella, o Azulão fez 3 a 0 e ratificou a condição de favorito ao título por ser o clube que mais investiu em reforços para o torneio.

Além dos três pontos na liderança do Grupo 3, o resultado dá confiança para a sequência da competição. Na quarta-feira, o São Caetano enfrenta o Água Santa, às 15h, no Estádio do Inamar, em Diadema.

Desde os primeiros minutos foi possível perceber a melhor organização do Azulão. Com dois atacantes rápidos – Ermínio e Gerley – o time encontrava facilidade para envolver a defesa do Bragantino, formada por dois zagueiros pesados – Lazaro e Guilherme Mattis.

Demorou 18 minutos para o São Caetano transformar o volume em gols. Gerley, que minutos antes havia desperdiçado chance incrível de dentro da área, completou cruzamento e, de carrinho, estufou a rede.

Envolvido na disputa da Série C do Brasileiro, o Bragantino entrou em campo com seu time C. Até por isso mostrou certo desentrosamento. Mesmo assim, depois do gol, encontrou espaços e criou pelo menos três oportunidades para empatar, mas parou na atuação segura do goleiro Luiz Daniel.

Quando o jogo se encaminhava para o intervalo, aos 45, o zagueiro Guilherme Mattis – o único do elenco principal e que só foi utilizado porque está suspenso na Série C – saiu jogando errado, Paulinho Santos roubou a bola e serviu Ermínio, que marcou o segundo.

Com a boa vantagem, o São Caetano teve tranquilidade para administrar o jogo no segundo tempo. Ainda assim, aproveitou a velocidade de Ermínio para ampliar. Aos 12, ele escapou sozinho, podia ter finalizado, mas mostrou espírito de equipe e tocou para Gerley, sem goleiro, mandar para a rede. O único ponto baixo da tarde foi a fraca presença do público. Apenas 436 pessoas acompanharam o duelo no Anacleto.

Gerley marca duas vezes contra ex-time
Futebol tem suas curiosidades. Uma delas é o bom desempenho dos jogadores quando enfrentam o ex-clube, a chamada ‘Lei do Ex’. Gerley comprovou isso ontem. Contratado recentemente pelo São Caetano, ele enfrentou pela primeira vez o Bragantino, clube pelo qual disputou o Campeonato Paulista, e colocou duas bolas na rede. “Estava até brincando com os companheiros no vestiário que uma das poucas leis que funcionam no Brasil é a ‘Lei do Ex’”, brincou Gerley. “Fico feliz por poder ajudar a equipe, por jogar e conquistar essa vitória, que é o mais importante”, acrescentou o artilheiro da tarde.

Além dos gols, Gerley comemorou o bom início do São Caetano, que conseguiu administrar bem a partida. “Todos os times buscam o título. Não vai ter jogo fácil. Tão importante quanto a vitória foi a nossa postura, buscando sempre o ataque. Não só o placar, mas a partida que fizemos”, comentou.

Mesmo com a vitória tranquila e com o alto investimento, o técnico Pintado fez questão de ressaltar que o Azulão não é favorito na competição. “A equipe correspondeu ao trabalho que fizemos. Mas longe de ter favoritismo, de tirar os pés do chão, mas em busca de algo grande”, minimizou ele, que ficou satisfeito com o time. “Me deixou feliz a intensidade, a velocidade e que os gols saíram em jogadas que nós treinamos bastante”, comemorou.

Comentários


Veja Também


São Caetano passa fácil pelo Bragantino

 O São Caetano confirmou a expectativa lançada sobre o time e não encontrou dificuldades para superar o Bragantino, ontem, na estreia das equipes na Copa Paulista. Jogando no Estádio Anacleto Campanella, o Azulão fez 3 a 0 e ratificou a condição de favorito ao título por ser o clube que mai...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar