Política

Após João Doria, Bruno Covas pede que Carla saia a estadual


Depois de o pré-candidato do PSDB ao governo do Estado, João Doria (PSDB), pedir que a primeira-dama de São Bernardo, Carla Morando (PSDB), lance sua candidatura a deputada estadual neste ano, foi a vez do prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), endossar o coro pelo projeto eleitoral liderado pela mulher do prefeito são-bernardense, Orlando Morando (PSDB).

Ao Diário, Bruno Covas se declarou entusiasta de eventual empreitada política de Carla e que ela tem potencial de ser a candidata mais bem votada do PSDB no Estado. “Sou uma das pessoas que têm advogado a favor da candidatura da Carla porque vejo nela as qualidades necessárias para uma pessoa que se dedica à vida pública, que faz política todo dia. Dedicada, gosta do próximo, sabe das necessidades da população. Reúne todas as condições para representar São Bernardo e todo o Grande ABC na Assembleia”, disse o chefe do Executivo da Capital.

Na semana passada, também ao Diário, Doria fez aceno público a favor de Carla, classificando a tucana como “vocacionada e tem sensibilidade” para ser deputada estadual.

Na visão de Bruno Covas, Carla pode aproveitar o momento do tucanato na Região Metropolitana para sair do pleito com votação expressiva. “O PSDB foi partido vitorioso na eleição de 2016, elegendo prefeitos em Santo André, em São Bernardo e em São Caetano, tendo bom desempenho em outros municípios. O partido tem tudo para eleger uma excelente bancada em toda Região Metropolitana e a Carla pode ser um desses nomes, quem sabe até sendo a mais votada”, projetou. “Tive possibilidade de externar essa minha posição às principais lideranças do partido e ao próprio prefeito Orlando Morando. Espero que o PSDB possa decidir favoravelmente à candidatura dela, e espero que ela aceite esse desafio, em nome da população do Grande ABC, que precisa de bons representantes.”

Um fator que pode favorecer o prognóstico de Bruno Covas é o fato de os cinco primeiros deputados estaduais do PSDB à Assembleia Legislativa em 2014 não buscarem a reeleição pela legenda. Fernando Capez (PSDB) será candidato a deputado federal. Coronel Telhada e Barros Munhoz deixaram o tucanato. Mauro Bragato teve os direitos políticos suspensos. E Morando, o terceiro mais bem votado do Estado quatro anos atrás, se elegeu prefeito de São Bernardo.

Assim como quando ouviu o pedido de Doria, Morando afirmou que as declarações de Bruno Covas “trazem responsabilidade maior”. “É motivo de muita alegria ver um ícone do PSDB, uma referência, que foi meu colega como deputado e foi um excelente secretário de Meio Ambiente, pedir para que minha mulher saia candidata. Vejo que as pessoas observam e lembram do trabalho que fiz na Assembleia e acreditam que a Carla pode dar sequência ao que foi feito”, afirmou o tucano. “Mas volto a dizer que qualquer decisão passa por conversa familiar e, depois, do nosso grupo político.” 

Comentários


Veja Também


Após João Doria, Bruno Covas pede que Carla saia a estadual

Depois de o pré-candidato do PSDB ao governo do Estado, João Doria (PSDB), pedir que a primeira-dama de São Bernardo, Carla Morando (PSDB), lance sua candidatura a deputada estadual neste ano, foi a vez do prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), endossar o coro pelo projeto eleitoral liderado pe...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar