Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Remoção de árvores revolta moradores em Mauá

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

População critica derrubada no Teatro Municipal; Prefeitura promete plantar oito espécies no local


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

21/08/2020 | 00:01


O corte de uma árvore no estacionamento do Teatro Municipal de Mauá, na Avenida João Ramalho, altura do número 205, na Vila Noemia, gerou críticas por parte de munícipes nas redes sociais e também por quem passava pelo local. A espécie da árvore exótica é a ficus e, sem condições de tratamento, segundo a Prefeitura, precisou ser removida.

O corte foi filmado por alguns moradores e divulgado como protesto à ação da Prefeitura nas redes sociais. Um dos vídeos foi publicado na segunda-feira e, ontem, os troncos cortados ainda estavam no estacionamento. Nas imagens, um munícipe destaca que era uma árvore saudável e que não oferecia risco para nenhum pedestre ou motorista que transitava por lá. “Queria entender o motivo desse corte. Qual era a doença dessa árvore. Uma árvore nova, sadia. Cadê a gestão que cuida do meio ambiente?”, questiona Osiel Rodrigues Chaves, que passava de carro e resolveu parar para ver a situação. “Olha o que fizeram”, comenta, indignado.

Ainda no local, o morador destaca que existem outros troncos cortados e que isso foi feito há pelo menos um ano. Ele acredita que as demais árvores existentes no estacionamento também serão cortadas.

A bióloga e professora da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) Marta Ângela Marcondes analisa que, teoricamente, não é uma área na qual seria preciso retirar a espécie, mas avalia que é necessário que haja substituição. “É preciso verificar com a Prefeitura o objetivo desta retirada. A não ser que já tenha um programa para substituição desta árvore, como, por exemplo, substituir por espécies da Mata Atlântica”, aconselha.

Questionada pelo Diário, a Prefeitura de Mauá informou que a árvore tinha “problemas fitossanitários, que colocava em risco cadeirantes que utilizam a passagem debaixo da árvore por causa dos galhos que poderiam atingir estas pessoas”.

Como medida de compensação, a administração municipal garantiu que serão plantadas oito árvores. E também prometeu a recuperação do Jardim Japonês, que fica ao lado do local.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Remoção de árvores revolta moradores em Mauá

População critica derrubada no Teatro Municipal; Prefeitura promete plantar oito espécies no local

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

21/08/2020 | 00:01


O corte de uma árvore no estacionamento do Teatro Municipal de Mauá, na Avenida João Ramalho, altura do número 205, na Vila Noemia, gerou críticas por parte de munícipes nas redes sociais e também por quem passava pelo local. A espécie da árvore exótica é a ficus e, sem condições de tratamento, segundo a Prefeitura, precisou ser removida.

O corte foi filmado por alguns moradores e divulgado como protesto à ação da Prefeitura nas redes sociais. Um dos vídeos foi publicado na segunda-feira e, ontem, os troncos cortados ainda estavam no estacionamento. Nas imagens, um munícipe destaca que era uma árvore saudável e que não oferecia risco para nenhum pedestre ou motorista que transitava por lá. “Queria entender o motivo desse corte. Qual era a doença dessa árvore. Uma árvore nova, sadia. Cadê a gestão que cuida do meio ambiente?”, questiona Osiel Rodrigues Chaves, que passava de carro e resolveu parar para ver a situação. “Olha o que fizeram”, comenta, indignado.

Ainda no local, o morador destaca que existem outros troncos cortados e que isso foi feito há pelo menos um ano. Ele acredita que as demais árvores existentes no estacionamento também serão cortadas.

A bióloga e professora da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) Marta Ângela Marcondes analisa que, teoricamente, não é uma área na qual seria preciso retirar a espécie, mas avalia que é necessário que haja substituição. “É preciso verificar com a Prefeitura o objetivo desta retirada. A não ser que já tenha um programa para substituição desta árvore, como, por exemplo, substituir por espécies da Mata Atlântica”, aconselha.

Questionada pelo Diário, a Prefeitura de Mauá informou que a árvore tinha “problemas fitossanitários, que colocava em risco cadeirantes que utilizam a passagem debaixo da árvore por causa dos galhos que poderiam atingir estas pessoas”.

Como medida de compensação, a administração municipal garantiu que serão plantadas oito árvores. E também prometeu a recuperação do Jardim Japonês, que fica ao lado do local.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;