Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Rodovias paulistas ganham hoje radares 'dedo-duro'


André Vieira
Do Diário do Grande ABC

16/09/2010 | 07:04


O governo do Estado inicia hoje nas estradas paulistas a operação de Sistema Inteligente de Fiscalização, que conta com 42 radares dedo-duro.

A partir da leitura da placa dos veículos, o sistema envia informações para um banco de dados, que identifica se o carro possui alguma irregularidade.

Entre as pendências, em tempo real, a Polícia Rodoviária consegue saber se o veículo foi furtado ou roubado, ou ainda se tem algum débito com a Justiça.

Em média, o tempo entre a leitura da placa e o levantamento das informações é de apenas dois segundos.

Segundo o governo do Estado, que estuda há anos implantar o serviço, "a tecnologia aumenta a segurança nas estradas e auxilia no combate ao crime."

O sistema também possibilita que a polícia identifique veículos que tenham sido utilizados em sequestros, assaltos ou quaisquer tipos de delitos, desde que as informações tenham sido registradas no banco de dados.

Além dos 42 radares fixos, outros 61 aparelhos móveis estão sendo adquiridos e serão instalados em viaturas da Polícia Rodoviária.

Alegando razões de segurança, a secretaria Estadual dos Transportes não informou em quais vias estão instalados os equipamentos.

Há três anos, durante fase de testes, três radares foram experimentados no Sistema Anchieta-Imigrantes - em São Bernardo, na Capital e em Cubatão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rodovias paulistas ganham hoje radares 'dedo-duro'

André Vieira
Do Diário do Grande ABC

16/09/2010 | 07:04


O governo do Estado inicia hoje nas estradas paulistas a operação de Sistema Inteligente de Fiscalização, que conta com 42 radares dedo-duro.

A partir da leitura da placa dos veículos, o sistema envia informações para um banco de dados, que identifica se o carro possui alguma irregularidade.

Entre as pendências, em tempo real, a Polícia Rodoviária consegue saber se o veículo foi furtado ou roubado, ou ainda se tem algum débito com a Justiça.

Em média, o tempo entre a leitura da placa e o levantamento das informações é de apenas dois segundos.

Segundo o governo do Estado, que estuda há anos implantar o serviço, "a tecnologia aumenta a segurança nas estradas e auxilia no combate ao crime."

O sistema também possibilita que a polícia identifique veículos que tenham sido utilizados em sequestros, assaltos ou quaisquer tipos de delitos, desde que as informações tenham sido registradas no banco de dados.

Além dos 42 radares fixos, outros 61 aparelhos móveis estão sendo adquiridos e serão instalados em viaturas da Polícia Rodoviária.

Alegando razões de segurança, a secretaria Estadual dos Transportes não informou em quais vias estão instalados os equipamentos.

Há três anos, durante fase de testes, três radares foram experimentados no Sistema Anchieta-Imigrantes - em São Bernardo, na Capital e em Cubatão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;