Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Francês é eleito 'rei dos mentirosos 2002'


Das Agências

05/08/2002 | 14:20


Um francês foi coroado neste domingo como 'rei dos mentirosos 2002' pela Academia dos Mentirosos de Moncrabeau (sudoeste da França), depois de ter jurado "falsear a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade".

Maurice Caudoin, 50, recebeu a coroa do alemão Gunther Clasen, empresário da região de Dusseldorf, eleito rei dos mentirosos em 2001. O novo campeão foi escolhido entre 12 candidatos, incluindo duas mulheres, selecionados durante a 30ª edição da Festa dos Mentirosos.

Cada candidato contou suas "mentiras" sentado em um trono de pedra, que fica no centro da cidade e que, segundo a tradição, é do século 18.

Caudoin se distinguiu dos demais contando uma "história lamentável": o muro que cerca o famoso trono é na realidade o Muro das Lamentações de Jerusalém, levado a Moncrabeau pelos soldados da 7ª Cruzada (1248-1254). "Que o muro caia em cima de mim se estou mentindo", afirmou.

O vencedor, rei dos mentirosos ou "grande revisor de todas as verdades", recebe como recompensa o "privilégio de mentir impunemente a todo momento e em qualquer lugar".

A coroação tem seu lado negativo: Clasen, o rei destronado, explicou que depois que assumiu a coroa teve "um ano lamentável" porque sua mulher não acreditava em uma palavra do que dizia. "Me ajudem, falem para ela que não sou um mentiroso", pediu durante seu discurso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Francês é eleito 'rei dos mentirosos 2002'

Das Agências

05/08/2002 | 14:20


Um francês foi coroado neste domingo como 'rei dos mentirosos 2002' pela Academia dos Mentirosos de Moncrabeau (sudoeste da França), depois de ter jurado "falsear a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade".

Maurice Caudoin, 50, recebeu a coroa do alemão Gunther Clasen, empresário da região de Dusseldorf, eleito rei dos mentirosos em 2001. O novo campeão foi escolhido entre 12 candidatos, incluindo duas mulheres, selecionados durante a 30ª edição da Festa dos Mentirosos.

Cada candidato contou suas "mentiras" sentado em um trono de pedra, que fica no centro da cidade e que, segundo a tradição, é do século 18.

Caudoin se distinguiu dos demais contando uma "história lamentável": o muro que cerca o famoso trono é na realidade o Muro das Lamentações de Jerusalém, levado a Moncrabeau pelos soldados da 7ª Cruzada (1248-1254). "Que o muro caia em cima de mim se estou mentindo", afirmou.

O vencedor, rei dos mentirosos ou "grande revisor de todas as verdades", recebe como recompensa o "privilégio de mentir impunemente a todo momento e em qualquer lugar".

A coroação tem seu lado negativo: Clasen, o rei destronado, explicou que depois que assumiu a coroa teve "um ano lamentável" porque sua mulher não acreditava em uma palavra do que dizia. "Me ajudem, falem para ela que não sou um mentiroso", pediu durante seu discurso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;