Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cristóvão Borges busca soluções para ataque do Corinthians voltar a funcionar



18/08/2016 | 07:00


Um dos setores que mais causa preocupação no Corinthians é o ataque, onde o técnico Cristóvão Borges quebra a cabeça para achar alguém que consiga marcar gols. Se o treinador olhar para o rival Palmeiras, a situação fica ainda mais delicada. Afinal de contas, Gabriel Jesus sozinho, com menos jogos disputados, tem mais gols do que todo o ataque corintiano.

O artilheiro do Campeonato Brasileiro fez 10 gols em 12 partidas e não atua há um mês. Seu último jogo foi dia 17 de julho, na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional. De lá para cá foram cinco jogos. Um ele cumpriu suspensão e outros quatro ele esteve com a seleção olímpica que tentará a inédita medalha de ouro contra a Alemanha, neste sábado.

Enquanto isso, os atacantes do Corinthians penam. Romero fez quatro gols em 14 jogos, Guilherme tem dois em 19, enquanto que Luciano, André e Rildo balançaram as redes uma vez, cada, em 15, 11 e dois jogos, respectivamente. Juntos, marcaram apenas nove gols.

Romero, ao lado de Bruno Henrique e Marquinhos Gabriel, são os artilheiros do Corinthians no Brasileirão, com quatro gols cada. A dificuldade em conseguir balançar as redes - foram só três nos últimos cinco jogos - fez o time cair na tabela de classificação. A pressão aumentou.

"Existe a busca por jogadores e estamos monitorando o mercado, mas ainda não abrimos negociação", avisou o presidente do clube, Roberto de Andrade, que só pode recorrer a jogadores da Série B, atletas que estão sem clube ou que fizeram menos de seis jogos na Série A do Brasileiro.

Em meio a isso, o técnico Cristóvão Borges é cobrado por resultados melhores, mas diz confiar nos dirigentes. "Há a certeza da chegada e sei que ela vai acontecer", afirmou.

Enquanto isso, o treinador aproveita a semana para fazer testes e deve escalar o Corinthians com novidades para encarar o Vitória, nesta segunda-feira, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Guilherme e Marlone podem ganhar uma chance de mostrar serviço.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cristóvão Borges busca soluções para ataque do Corinthians voltar a funcionar


18/08/2016 | 07:00


Um dos setores que mais causa preocupação no Corinthians é o ataque, onde o técnico Cristóvão Borges quebra a cabeça para achar alguém que consiga marcar gols. Se o treinador olhar para o rival Palmeiras, a situação fica ainda mais delicada. Afinal de contas, Gabriel Jesus sozinho, com menos jogos disputados, tem mais gols do que todo o ataque corintiano.

O artilheiro do Campeonato Brasileiro fez 10 gols em 12 partidas e não atua há um mês. Seu último jogo foi dia 17 de julho, na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional. De lá para cá foram cinco jogos. Um ele cumpriu suspensão e outros quatro ele esteve com a seleção olímpica que tentará a inédita medalha de ouro contra a Alemanha, neste sábado.

Enquanto isso, os atacantes do Corinthians penam. Romero fez quatro gols em 14 jogos, Guilherme tem dois em 19, enquanto que Luciano, André e Rildo balançaram as redes uma vez, cada, em 15, 11 e dois jogos, respectivamente. Juntos, marcaram apenas nove gols.

Romero, ao lado de Bruno Henrique e Marquinhos Gabriel, são os artilheiros do Corinthians no Brasileirão, com quatro gols cada. A dificuldade em conseguir balançar as redes - foram só três nos últimos cinco jogos - fez o time cair na tabela de classificação. A pressão aumentou.

"Existe a busca por jogadores e estamos monitorando o mercado, mas ainda não abrimos negociação", avisou o presidente do clube, Roberto de Andrade, que só pode recorrer a jogadores da Série B, atletas que estão sem clube ou que fizeram menos de seis jogos na Série A do Brasileiro.

Em meio a isso, o técnico Cristóvão Borges é cobrado por resultados melhores, mas diz confiar nos dirigentes. "Há a certeza da chegada e sei que ela vai acontecer", afirmou.

Enquanto isso, o treinador aproveita a semana para fazer testes e deve escalar o Corinthians com novidades para encarar o Vitória, nesta segunda-feira, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Guilherme e Marlone podem ganhar uma chance de mostrar serviço.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;