Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Viagem sem estresse

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tomar algumas precauções com a bagagem evita transtornos e perda de tempo


Vanessa Soares Oliveira

18/02/2016 | 07:00


 Quer problema maior do que chegar em casa e, ao desfazer as malas, perceber que teve itens furtados da bagagem? Infelizmente, notícias assim são muitos comuns. De acordo com dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), de janeiro a março do ano passado, o órgão recebeu 17.188 manifestações de usuários entre reclamações, sugestões, elogios e dicas. Deste montante, 1.383 registros se referiam a problemas com bagagens.

Para não se tornar vítima das estatísticas, tomar algumas precauções pode evitar situações semelhantes. A primeira medida e a mais importante é nunca despachar itens de valor. “Notebooks, câmeras fotográficas, telefones celulares, documentos, dinheiro e outros objetos de valor devem ser levados na bagagem de mão”, orienta a empresa aérea Gol.

A personal organizer Fátima Salgado já teve sua bagagem saqueada e alerta que identificar a mala e fechá-la de forma adequada podem ajudar a prevenir o estresse. A dica é prender um zíper no outro com auxílio de cadeado ou de um lacre ‘enforca gato’. Depois, para evitar que o zíper seja movimentado, prenda o mesmo na alça. “Desta forma fica fácil identificar se houve violação da bagagem, uma vez que a única forma é rompendo o lacre.”

O que pode e o que não pode na hora de viajar
Independentemente do destino escolhido, o viajante precisa seguir diversas regras de segurança, impostas no mundo todo, para que suas malas também sigam viagem. A bagagem de mão, por exemplo, não pode ter mais de 5 kg. Já o limite permitido para malas despachadas é de 23 kg (isso para voos nacionais e algumas conexões) sem nenhuma cobrança por parte da companhia aérea, conforme prevê a legislação brasileira. Acima disso, as empresas podem cobrar pelo excesso.

Bebidas como vinhos, sucos ou cervejas precisam estar lacradas, nos frascos originais e embalados em material plástico dentro da bagagem despachada. Também é possível transportar remédios especiais, que necessitam de refrigeração, desde que estejam acondicionados em gelo seco e o peso não seja maior do que 2,5 kg por passageiro.

Materiais esportivos como bicicletas, pranchas de surfe, esquis, snowboard, arco e flecha, kite surfe, patinete e wakeboard são transportados como bagagens despachadas. Os materiais serão pesados e entram no limite da franquia que cada cliente pode levar no voo. Instrumentos musicais também são permitidos e podem ser transportados na cabine de passageiros, desde que não ultrapassem os 5 kg e as dimensões da franquia de bagagem de mão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Viagem sem estresse

Tomar algumas precauções com a bagagem evita transtornos e perda de tempo

Vanessa Soares Oliveira

18/02/2016 | 07:00


 Quer problema maior do que chegar em casa e, ao desfazer as malas, perceber que teve itens furtados da bagagem? Infelizmente, notícias assim são muitos comuns. De acordo com dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), de janeiro a março do ano passado, o órgão recebeu 17.188 manifestações de usuários entre reclamações, sugestões, elogios e dicas. Deste montante, 1.383 registros se referiam a problemas com bagagens.

Para não se tornar vítima das estatísticas, tomar algumas precauções pode evitar situações semelhantes. A primeira medida e a mais importante é nunca despachar itens de valor. “Notebooks, câmeras fotográficas, telefones celulares, documentos, dinheiro e outros objetos de valor devem ser levados na bagagem de mão”, orienta a empresa aérea Gol.

A personal organizer Fátima Salgado já teve sua bagagem saqueada e alerta que identificar a mala e fechá-la de forma adequada podem ajudar a prevenir o estresse. A dica é prender um zíper no outro com auxílio de cadeado ou de um lacre ‘enforca gato’. Depois, para evitar que o zíper seja movimentado, prenda o mesmo na alça. “Desta forma fica fácil identificar se houve violação da bagagem, uma vez que a única forma é rompendo o lacre.”

O que pode e o que não pode na hora de viajar
Independentemente do destino escolhido, o viajante precisa seguir diversas regras de segurança, impostas no mundo todo, para que suas malas também sigam viagem. A bagagem de mão, por exemplo, não pode ter mais de 5 kg. Já o limite permitido para malas despachadas é de 23 kg (isso para voos nacionais e algumas conexões) sem nenhuma cobrança por parte da companhia aérea, conforme prevê a legislação brasileira. Acima disso, as empresas podem cobrar pelo excesso.

Bebidas como vinhos, sucos ou cervejas precisam estar lacradas, nos frascos originais e embalados em material plástico dentro da bagagem despachada. Também é possível transportar remédios especiais, que necessitam de refrigeração, desde que estejam acondicionados em gelo seco e o peso não seja maior do que 2,5 kg por passageiro.

Materiais esportivos como bicicletas, pranchas de surfe, esquis, snowboard, arco e flecha, kite surfe, patinete e wakeboard são transportados como bagagens despachadas. Os materiais serão pesados e entram no limite da franquia que cada cliente pode levar no voo. Instrumentos musicais também são permitidos e podem ser transportados na cabine de passageiros, desde que não ultrapassem os 5 kg e as dimensões da franquia de bagagem de mão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;