Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Desenho do novo ministério deve sair dentro de 20 dias


Do Diário OnLine

12/02/2007 | 17:06


Reunido nesta segunda-feira com o presidente do PMDB, Michel Temer, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou que terá um “desenho” do seu novo ministério em 20 dias. Segundo Temer, Lula ainda declarou que irá ampliar o espaço da legenda no primeiro escalão do governo federal, oferecendo mais pastas na Esplanada dos Ministérios.

Com isso, fica claro que a 'fidelidade e lealdade' do PMDB surtiu efeito positivo O PMDB, partido que detém a maior bancada na Câmara, com 91 deputados,  abriu mão do respeitadíssimo conceito da proporcionalidade – a sigla que elegeu o maior número de deputados tem o direito da Presidência da Casa – e trabalhou para a eleição do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), ex-líder do governo. Já no Senado, também com o maior número de parlamentares, o partido reconduziu sem dificuldades o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) ao comando da Casa.

Integrante da base governista, o PMDB possui a maior bancada na Câmara, com 91 deputados. No entanto, conforme Temer, não ficou acertado se o partido continuará com os Ministérios da Saúde, Comunicações e Minas e Energia ou se terá mais pastas.

“O presidente tem consciência do tamanho do partido, de todos os partidos. Ficou implícito que levará em consideração o tamanho, os votos que os partidos podem trazer para o governo nas várias votações”, afirmou Temer.

Ele negou que a reforma esteja condicionada à eleição para a presidência do PMDB, marcada para 11 de março. “Uma coisa é a equação ministerial e outra é a possível disputa interna do PMDB”.

Lula deve se reunir ainda nesta semana com representantes de outros partidos aliados para discutir a reforma. Além de Temer, participaram da reunião os líderes do PMDB na Câmara, Henrique Alves, e no Senado, Valdir Raupp, e o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;