Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mundial: Brasil fica com uma medalha


Bianca Daga
Especial para o Diário

12/03/2012 | 07:00


O Brasil encerrou com uma medalha o Mundial Indoor de Atletismo, disputado em Istambul, na Turquia. Após o ouro conquistado no salto em distância sábado com Mauro Vinícius da Silva, o Duda, Ana Cláudia Lemos ficou de fora da final dos 60 metros.

Em seu primeiro mundial, a brasileira largou na raia dois da segunda bateria das semifinais da prova, ontem, fez 7s36, e chegou apenas na sexta colocação.

Com o tempo de 7s13, a marfinense Murielle Ahoure chegou em primeiro, seguida pela americana Tianna Madison, que terminou a prova em 7s17. As duas se classificaram para a disputa do ouro.

Decepcionada com o tempo marcado e triste com a desclassificação, Ana Cláudia Lemos deixou a pista contrariada e mostrou muita sinceridade ao afirmar que não sabe o que deu errado durante a semifinal.

"Eu esperava mais de mim. Não fiz um bom tempo. Fiquei devendo e, infelizmente, não tenho como consertar nesse momento, vai ficar para a próxima edição. agora, é voltar para o Brasil e treinar para as próximas competições", lamentou.

O grande objetivo de Ana Cláudia era o recorde sul-americano da prova, de 7.26, que pertence à mineira Esmeralda de Jesus Freitas desde 1981.

SALTO COM VARA

Após assistir Fabiana Murer vencer o Mundial Indoor de Doha, em 2010, e o Mundial de Daegu, no ano passado, Elena Isinbayeva voltou ao lugar mais alto do pódio em Istambul.

Sem a presença da brasileira, que abriu mão do Mundial deste ano por conta da Olimpíada de Londres, em julho, o caminho ficou livre para a russa saltar 4,80m e recuperar o título que já havia sido dela em Budapeste (2004), Moscou (2006) e Valência (2008).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mundial: Brasil fica com uma medalha

Bianca Daga
Especial para o Diário

12/03/2012 | 07:00


O Brasil encerrou com uma medalha o Mundial Indoor de Atletismo, disputado em Istambul, na Turquia. Após o ouro conquistado no salto em distância sábado com Mauro Vinícius da Silva, o Duda, Ana Cláudia Lemos ficou de fora da final dos 60 metros.

Em seu primeiro mundial, a brasileira largou na raia dois da segunda bateria das semifinais da prova, ontem, fez 7s36, e chegou apenas na sexta colocação.

Com o tempo de 7s13, a marfinense Murielle Ahoure chegou em primeiro, seguida pela americana Tianna Madison, que terminou a prova em 7s17. As duas se classificaram para a disputa do ouro.

Decepcionada com o tempo marcado e triste com a desclassificação, Ana Cláudia Lemos deixou a pista contrariada e mostrou muita sinceridade ao afirmar que não sabe o que deu errado durante a semifinal.

"Eu esperava mais de mim. Não fiz um bom tempo. Fiquei devendo e, infelizmente, não tenho como consertar nesse momento, vai ficar para a próxima edição. agora, é voltar para o Brasil e treinar para as próximas competições", lamentou.

O grande objetivo de Ana Cláudia era o recorde sul-americano da prova, de 7.26, que pertence à mineira Esmeralda de Jesus Freitas desde 1981.

SALTO COM VARA

Após assistir Fabiana Murer vencer o Mundial Indoor de Doha, em 2010, e o Mundial de Daegu, no ano passado, Elena Isinbayeva voltou ao lugar mais alto do pódio em Istambul.

Sem a presença da brasileira, que abriu mão do Mundial deste ano por conta da Olimpíada de Londres, em julho, o caminho ficou livre para a russa saltar 4,80m e recuperar o título que já havia sido dela em Budapeste (2004), Moscou (2006) e Valência (2008).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;