Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sto.André tenta se reerguer para duelo com Timão


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

12/03/2005 | 17:36


Um dia para colocar a cabeça no lugar – e os jogadores também. O elenco do Santo André sabe que são os detalhes que têm derrubado a equipe na temporada, e, para piorar a situação, o técnico Luiz Carlos Ferreira tem uma lista de problemas para enfrentar o Corinthians, domingo, às 18h, no estádio Bruno Daniel, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. Ferreira não pede calma abertamente, mas sabe como se fazer entender. “O trabalho continua, temos um grupo valente, mas a emoção sempre nos crucifica”, disse o treinador.

O problema de Ferreira não é nada pequeno. Sua zaga, por exemplo, terá de ser improvisada diante do alvinegro. Dedimar e Da Guia estão contundidos. Diego Padilha, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Este último não jogaria nem mesmo se não tivesse os cartões, já que sofreu uma pancada na panturrilha direita contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América, e já vira dúvida até para a partida de quarta-feira, no Parque Antártica, diante do Palmeiras, novamente pelo torneio sul-americano.

Da Guia está fora da equipe desde a partida contra o União São João, em casa, e, se voltar, será no sacrifício. Ele se recupera de uma contusão muscular na panturrilha direita. O jogador não se mostra confiante. “Não sei ainda, vou ter de esperar mais esses dias”, limitou-se a dizer, com a aparência de quem sabe que desfalca o Ramalhão mais uma vez.

O capitão Dedimar, que em um choque com Marcinho, do São Caetano, levou a pior e está com uma fissura na patela do joelho esquerdo, fica pelo menos mais 15 dias longe dos gramados. O zagueiro está com uma proteção no local e em tratamento intensivo.

O problema está só começando. No meio-campo, o treinador do time do Grande ABC não poderá contar com Fumagalli, que continua em tratamento e fica afastado por mais 15 dias. Sem seu homem de criação – e sem Richarlyson, que também cumpre suspensão pelo terceiro amarelo –, o técnico do Santo André deve, mais uma vez, escalar Alexandre Pinho ao lado de Rafinha, que vem dando conta do recado.

Na frente, o desfalque é Sandro Gaúcho. O atacante sofreu uma lesão muscular na coxa direita no clássico regional contra o São Caetano e está fora de combate. Leandrinho pode ser o companheiro de Rodrigão.

“Não posso reclamar de quem vem entrando porque houve uma bela participação de quem está substituindo”, disse o treinador.

A solução mais viável é a entrada de Fernando na zaga, ao lado de Gabriel. Se Ferreira optar por essa formação, automaticamente muda também o meio, com a possível entrada de Rodrigo Sá como volante.

Sexta-feira, os jogadores fizeram apenas hidromassagem, para amenizar o desgaste da maratona de jogos e recuperar a musculatura. Sábado, no Bruno Daniel, Ferreira comanda o último treino antes de encarar o alvinegro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sto.André tenta se reerguer para duelo com Timão

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

12/03/2005 | 17:36


Um dia para colocar a cabeça no lugar – e os jogadores também. O elenco do Santo André sabe que são os detalhes que têm derrubado a equipe na temporada, e, para piorar a situação, o técnico Luiz Carlos Ferreira tem uma lista de problemas para enfrentar o Corinthians, domingo, às 18h, no estádio Bruno Daniel, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. Ferreira não pede calma abertamente, mas sabe como se fazer entender. “O trabalho continua, temos um grupo valente, mas a emoção sempre nos crucifica”, disse o treinador.

O problema de Ferreira não é nada pequeno. Sua zaga, por exemplo, terá de ser improvisada diante do alvinegro. Dedimar e Da Guia estão contundidos. Diego Padilha, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Este último não jogaria nem mesmo se não tivesse os cartões, já que sofreu uma pancada na panturrilha direita contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América, e já vira dúvida até para a partida de quarta-feira, no Parque Antártica, diante do Palmeiras, novamente pelo torneio sul-americano.

Da Guia está fora da equipe desde a partida contra o União São João, em casa, e, se voltar, será no sacrifício. Ele se recupera de uma contusão muscular na panturrilha direita. O jogador não se mostra confiante. “Não sei ainda, vou ter de esperar mais esses dias”, limitou-se a dizer, com a aparência de quem sabe que desfalca o Ramalhão mais uma vez.

O capitão Dedimar, que em um choque com Marcinho, do São Caetano, levou a pior e está com uma fissura na patela do joelho esquerdo, fica pelo menos mais 15 dias longe dos gramados. O zagueiro está com uma proteção no local e em tratamento intensivo.

O problema está só começando. No meio-campo, o treinador do time do Grande ABC não poderá contar com Fumagalli, que continua em tratamento e fica afastado por mais 15 dias. Sem seu homem de criação – e sem Richarlyson, que também cumpre suspensão pelo terceiro amarelo –, o técnico do Santo André deve, mais uma vez, escalar Alexandre Pinho ao lado de Rafinha, que vem dando conta do recado.

Na frente, o desfalque é Sandro Gaúcho. O atacante sofreu uma lesão muscular na coxa direita no clássico regional contra o São Caetano e está fora de combate. Leandrinho pode ser o companheiro de Rodrigão.

“Não posso reclamar de quem vem entrando porque houve uma bela participação de quem está substituindo”, disse o treinador.

A solução mais viável é a entrada de Fernando na zaga, ao lado de Gabriel. Se Ferreira optar por essa formação, automaticamente muda também o meio, com a possível entrada de Rodrigo Sá como volante.

Sexta-feira, os jogadores fizeram apenas hidromassagem, para amenizar o desgaste da maratona de jogos e recuperar a musculatura. Sábado, no Bruno Daniel, Ferreira comanda o último treino antes de encarar o alvinegro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;