Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Explosão de fábrica de fogos mata 29 pessoas na China


Da AFP

29/07/2003 | 08:21


Vinte e nove pessoas morreram na explosão de uma fábrica de fogos de artifício no Norte da China. O número de feridos no incidente aumentou para cem, 91 deles ainda hospitalizados, informou nesta terça-feira a agência Nova China.

A explosão aconteceu na segunda-feira em Wanku, perto de Xinji (norte), na província de Hebei, nos arredores de Pequim. Mais de 130 soldados e funcionários foram enviados ao local da tragédia, informou a fonte.

O incidente ocorreu às 18h locais e causou o incêndio e o desabamento do pavilhão principal, assim como a destruição de metade de um edifício de escritórios de dois andares, que ficava a 100 metros do pavilhão.

A China é a maior produtora mundial de rojões e fogos de artifício, que são fabricados principalmente no campo, inclusive em casa e em péssimas condições de segurança.

Em junho, uma explosão do mesmo tipo em Liling (centro sul) causou nove mortes. Em março de 2001, 42 crianças morreram em uma explosão em uma escola em Jiangxi (sudeste), que os obrigava a fabricar rojões. Os acidentes em minas e na indústria chinesa em geral causaram quase 15 mil mortes em 2002, segundo números oficiais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Explosão de fábrica de fogos mata 29 pessoas na China

Da AFP

29/07/2003 | 08:21


Vinte e nove pessoas morreram na explosão de uma fábrica de fogos de artifício no Norte da China. O número de feridos no incidente aumentou para cem, 91 deles ainda hospitalizados, informou nesta terça-feira a agência Nova China.

A explosão aconteceu na segunda-feira em Wanku, perto de Xinji (norte), na província de Hebei, nos arredores de Pequim. Mais de 130 soldados e funcionários foram enviados ao local da tragédia, informou a fonte.

O incidente ocorreu às 18h locais e causou o incêndio e o desabamento do pavilhão principal, assim como a destruição de metade de um edifício de escritórios de dois andares, que ficava a 100 metros do pavilhão.

A China é a maior produtora mundial de rojões e fogos de artifício, que são fabricados principalmente no campo, inclusive em casa e em péssimas condições de segurança.

Em junho, uma explosão do mesmo tipo em Liling (centro sul) causou nove mortes. Em março de 2001, 42 crianças morreram em uma explosão em uma escola em Jiangxi (sudeste), que os obrigava a fabricar rojões. Os acidentes em minas e na indústria chinesa em geral causaram quase 15 mil mortes em 2002, segundo números oficiais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;