Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Saída de Petrin também deixa vago cargo de assessor especial do prefeito com status de secretário

Advogado estava como titular da Pasta de Finanças em Santo André


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

19/06/2018 | 07:00


A saída de Leandro Petrin da função de secretário de Gestão Financeira abriu outra lacuna na administração de Paulo Serra (PSDB). O recém-criado cargo de assessor especial do prefeito, com salário de secretário e exigência de bacharelado em Direito, foi desenhado para Petrin e, com seu desligamento, ficará vago.

A função foi uma das mais contestadas por vereadores durante o debate da reforma administrativa, aprovada em maio pela Casa. Justamente por dar status de titular de Pasta a um assessor ligado diretamente ao chefe do Executivo – até o vencimento será o mesmo: R$ 13,9 mil.

Petrin pediu exoneração da Prefeitura na semana passada – conforme mostrou o Diário – para retomar os trabalhos em seu escritório particular de advocacia. Ele é especialista em Direito Eleitoral e atuará em campanhas políticas neste ano.

Ontem, circulou a informação de que a vaga poderia ser preenchida pelo secretário de Assuntos Jurídicos, Caio Costa e Paula. A informação, porém, foi negada de forma oficial pela administração Paulo Serra. “Quanto ao cargo de assessor especial do prefeito, não houve definição até o momento.”

MEIO AMBIENTE - Já na função de interlocutor do Executivo com a Câmara, Donizeti Pereira (PV) saiu formalmente da Pasta de Meio Ambiente – exonerado nos Atos Oficiais – para ocupar o recém-criado núcleo de articulação política. Houve movimentação desde o início da proposta de reorganização, no entanto, para que a secretaria permaneça nas mãos do PV, o que foi ratificado pelo Paço. O setor ficará sob a alçada de Murilo Valle, que migrou do PR para o PV, indicado de Donizeti.

Ex-diretor-presidente do IPSA (Instituto de Previdência de Santo André), Miguel Heredia (PSDB) retorna para o governo. O tucano foi nomeado para trabalhar de assessor de diretoria dentro da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, atualmente gerida por Ajan Marques.

Outra figura da confiança do prefeito foi deslocado de setor. Aliado do tucano desde os tempos de vereança, Fellipe Melito (PHS) assumiu posto no Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). Será assessor especial da superintendência na autarquia andreense, chefiada por Ricardo Kondratovich. Antes desta mudança, ele já havia atuado em outras áreas, como a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saída de Petrin também deixa vago cargo de assessor especial do prefeito com status de secretário

Advogado estava como titular da Pasta de Finanças em Santo André

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

19/06/2018 | 07:00


A saída de Leandro Petrin da função de secretário de Gestão Financeira abriu outra lacuna na administração de Paulo Serra (PSDB). O recém-criado cargo de assessor especial do prefeito, com salário de secretário e exigência de bacharelado em Direito, foi desenhado para Petrin e, com seu desligamento, ficará vago.

A função foi uma das mais contestadas por vereadores durante o debate da reforma administrativa, aprovada em maio pela Casa. Justamente por dar status de titular de Pasta a um assessor ligado diretamente ao chefe do Executivo – até o vencimento será o mesmo: R$ 13,9 mil.

Petrin pediu exoneração da Prefeitura na semana passada – conforme mostrou o Diário – para retomar os trabalhos em seu escritório particular de advocacia. Ele é especialista em Direito Eleitoral e atuará em campanhas políticas neste ano.

Ontem, circulou a informação de que a vaga poderia ser preenchida pelo secretário de Assuntos Jurídicos, Caio Costa e Paula. A informação, porém, foi negada de forma oficial pela administração Paulo Serra. “Quanto ao cargo de assessor especial do prefeito, não houve definição até o momento.”

MEIO AMBIENTE - Já na função de interlocutor do Executivo com a Câmara, Donizeti Pereira (PV) saiu formalmente da Pasta de Meio Ambiente – exonerado nos Atos Oficiais – para ocupar o recém-criado núcleo de articulação política. Houve movimentação desde o início da proposta de reorganização, no entanto, para que a secretaria permaneça nas mãos do PV, o que foi ratificado pelo Paço. O setor ficará sob a alçada de Murilo Valle, que migrou do PR para o PV, indicado de Donizeti.

Ex-diretor-presidente do IPSA (Instituto de Previdência de Santo André), Miguel Heredia (PSDB) retorna para o governo. O tucano foi nomeado para trabalhar de assessor de diretoria dentro da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, atualmente gerida por Ajan Marques.

Outra figura da confiança do prefeito foi deslocado de setor. Aliado do tucano desde os tempos de vereança, Fellipe Melito (PHS) assumiu posto no Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). Será assessor especial da superintendência na autarquia andreense, chefiada por Ricardo Kondratovich. Antes desta mudança, ele já havia atuado em outras áreas, como a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;