Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT fecha Vera Severiano como nome a vice de João Moraes

Ex-vereadora era principal cotada a compor a chapa majoritária; sigla aguardava eventuais coligações


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

22/09/2020 | 17:05


O PT de São Caetano definiu o nome da ex-vereadora Vera Severiano (PT) como candidata a vice do pré-prefeiturável João Moraes para a eleição municipal de novembro. Embora principal cotada na órbita petista para integrar a chapa majoritária, a escolha se deu após o período de convenção partidária diante da tentativa interna de acolher eventuais apoios ao projeto próprio ao Paço. Sem a construção efetiva de novos aliados neste hiato, a legenda sacramentou a professora como número dois da composição, formatando aliança pura.

Ligada à Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Vera, 59 anos, exerceu mandato parlamentar em São Caetano por três mandatos. Sua última legislatura foi entre 2001 e 2004. Logo na sequência deixou o petismo e migrou para o Psol, permanecendo por cinco anos. Retornou às fileiras do PT há 10 anos e disputou outros dois pleitos locais, sem sucesso. Na concorrência de 2016, ela registrou 481 votos, sendo a mais lembrada da lista interna, mas o cenário não foi suficiente, uma vez que a sigla não atingiu o quociente eleitoral.

“Decidimos nesta segunda-feira pelo nome da Vera. Ela precisava aceitar também esse desafio (de participar da corrida à Prefeitura). A escolha passa por longa trajetória política, tem história no PT, nos movimentos sociais e vínculo com o professorado. Construiu vasta carreira de organização junto à Apeoesp, é professora há mais de 30 anos, entre estadual e municipal, e bagagem acadêmica. Todos esses aspectos, na nossa visão, a credenciam para entrar na disputa”, avaliou Moraes, também ex-vereador.

O pré-prefeiturável considerou ainda que Vera acrescenta à chapa do ponto de vista político-eleitoral. “Ela fortalece o projeto, sempre foi bem votada na cidade.” Há 20 anos, quando teve a vitória derradeira, a ex-vereadora conquistou a vaga no Legislativo ao receber 1.315 sufrágios. Moraes admitiu que havia plano para formar frente de esquerda, assim como em outros municípios do Grande ABC e na Capital, só que a empreitada naufragou. “Tentamos desde o começo até o último momento, com Psol, Rede, PCdoB, PDT. Os prazos se exauriram e não houve condições.”   Existem conversas, contudo, para trazer o PCdoB ao arco.

Vera já foi candidata a prefeita de São Caetano. O cenário ocorreu em 1996. Ela amealhou, à época, 10,1 mil adesões (9,47%), pelo PT, ficando na terceira posição. Aquele pleito foi vencido por Luiz Olinto Tortorello (morto em 2004), que voltava a ocupar o posto depois da primeira passagem pelo Palácio da Cerâmica entre 1989 e 1992. Ele angariou 56,2 mil votos, na ocasião, pelo PTB.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT fecha Vera Severiano como nome a vice de João Moraes

Ex-vereadora era principal cotada a compor a chapa majoritária; sigla aguardava eventuais coligações

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

22/09/2020 | 17:05


O PT de São Caetano definiu o nome da ex-vereadora Vera Severiano (PT) como candidata a vice do pré-prefeiturável João Moraes para a eleição municipal de novembro. Embora principal cotada na órbita petista para integrar a chapa majoritária, a escolha se deu após o período de convenção partidária diante da tentativa interna de acolher eventuais apoios ao projeto próprio ao Paço. Sem a construção efetiva de novos aliados neste hiato, a legenda sacramentou a professora como número dois da composição, formatando aliança pura.

Ligada à Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Vera, 59 anos, exerceu mandato parlamentar em São Caetano por três mandatos. Sua última legislatura foi entre 2001 e 2004. Logo na sequência deixou o petismo e migrou para o Psol, permanecendo por cinco anos. Retornou às fileiras do PT há 10 anos e disputou outros dois pleitos locais, sem sucesso. Na concorrência de 2016, ela registrou 481 votos, sendo a mais lembrada da lista interna, mas o cenário não foi suficiente, uma vez que a sigla não atingiu o quociente eleitoral.

“Decidimos nesta segunda-feira pelo nome da Vera. Ela precisava aceitar também esse desafio (de participar da corrida à Prefeitura). A escolha passa por longa trajetória política, tem história no PT, nos movimentos sociais e vínculo com o professorado. Construiu vasta carreira de organização junto à Apeoesp, é professora há mais de 30 anos, entre estadual e municipal, e bagagem acadêmica. Todos esses aspectos, na nossa visão, a credenciam para entrar na disputa”, avaliou Moraes, também ex-vereador.

O pré-prefeiturável considerou ainda que Vera acrescenta à chapa do ponto de vista político-eleitoral. “Ela fortalece o projeto, sempre foi bem votada na cidade.” Há 20 anos, quando teve a vitória derradeira, a ex-vereadora conquistou a vaga no Legislativo ao receber 1.315 sufrágios. Moraes admitiu que havia plano para formar frente de esquerda, assim como em outros municípios do Grande ABC e na Capital, só que a empreitada naufragou. “Tentamos desde o começo até o último momento, com Psol, Rede, PCdoB, PDT. Os prazos se exauriram e não houve condições.”   Existem conversas, contudo, para trazer o PCdoB ao arco.

Vera já foi candidata a prefeita de São Caetano. O cenário ocorreu em 1996. Ela amealhou, à época, 10,1 mil adesões (9,47%), pelo PT, ficando na terceira posição. Aquele pleito foi vencido por Luiz Olinto Tortorello (morto em 2004), que voltava a ocupar o posto depois da primeira passagem pelo Palácio da Cerâmica entre 1989 e 1992. Ele angariou 56,2 mil votos, na ocasião, pelo PTB.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;