Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vigilância autua novamente Carrefour


Verônica Fraidenraich
Do Diário do Grande ABC

14/07/2005 | 07:57


Menos de 24 horas depois de terem sido apreendidos cerca de 130 produtos com prazo de validade vencido no Carrefour do bairro Homero Thon, em Santo André, a Vigilância Sanitária do município autuou novamente a unidade, nesta quarta-feira pela manhã. Desta vez, o problema estava em 400 kg de frango armazenados em temperatura inadequada, parte no estoque e outra exposta para venda.

Segundo a encarregada do Serviço de Inspeção Municipal da Vigilância Sanitária de Santo André, Edna Correa Clares, como já ocorre processo administrativo contra a rede, os problemas constatados nos últimos dois dias servirão de agravante para definição da penalidade ao estabelecimento. Todos os produtos apreendidos foram inutilizados pelo órgão sanitário. A pena vai desde o cancelamento da licença, interdição total ou parcial, advertência e multa de 100 a 1 milhão de FMPs (Fator Monetário Padrão) o equivalente a R$ 1,8747.

A unidade já havia recebido cinco autos de infração no último dia 5 de julho, quando uma vistoria ao local constatou problemas com câmara frigorífica lotada, moedor de carne sem higienização e alimentos armazenados em bandejas descartáveis sem proteção. A vigilância sanitária diz que a adulteração de datas de validade não é comum, mas às vezes isso ocorre principalmente em comércios de alimentos de pequeno porte.

A encarregada da vigilância afirma também que outra unidade do Carrefour, no Parque Novo Oratório, foi autuada em abril deste ano por ter, no estoque, 400 kg de frango com validade vencida. A rede de supermercados Carrefour, informou, por meio da assessoria de imprensa, que já abriu sindicância para apurar se houve falha dos funcionários e as novas irregularidades serão incluídas na apuração e os responsáveis serão punidos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vigilância autua novamente Carrefour

Verônica Fraidenraich
Do Diário do Grande ABC

14/07/2005 | 07:57


Menos de 24 horas depois de terem sido apreendidos cerca de 130 produtos com prazo de validade vencido no Carrefour do bairro Homero Thon, em Santo André, a Vigilância Sanitária do município autuou novamente a unidade, nesta quarta-feira pela manhã. Desta vez, o problema estava em 400 kg de frango armazenados em temperatura inadequada, parte no estoque e outra exposta para venda.

Segundo a encarregada do Serviço de Inspeção Municipal da Vigilância Sanitária de Santo André, Edna Correa Clares, como já ocorre processo administrativo contra a rede, os problemas constatados nos últimos dois dias servirão de agravante para definição da penalidade ao estabelecimento. Todos os produtos apreendidos foram inutilizados pelo órgão sanitário. A pena vai desde o cancelamento da licença, interdição total ou parcial, advertência e multa de 100 a 1 milhão de FMPs (Fator Monetário Padrão) o equivalente a R$ 1,8747.

A unidade já havia recebido cinco autos de infração no último dia 5 de julho, quando uma vistoria ao local constatou problemas com câmara frigorífica lotada, moedor de carne sem higienização e alimentos armazenados em bandejas descartáveis sem proteção. A vigilância sanitária diz que a adulteração de datas de validade não é comum, mas às vezes isso ocorre principalmente em comércios de alimentos de pequeno porte.

A encarregada da vigilância afirma também que outra unidade do Carrefour, no Parque Novo Oratório, foi autuada em abril deste ano por ter, no estoque, 400 kg de frango com validade vencida. A rede de supermercados Carrefour, informou, por meio da assessoria de imprensa, que já abriu sindicância para apurar se houve falha dos funcionários e as novas irregularidades serão incluídas na apuração e os responsáveis serão punidos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;