Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Kassab se espelha em retrospecto de Afif

Orlando Filho/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em Mauá, candidato ao Senado diz que espera evolução tida por correligionário em 2006


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

07/09/2014 | 06:47


Postulante ao Senado pelo PSD, Gilberto Kassab sustentou ontem que se espelha no retrospecto obtido pelo correligionário Guilherme Afif Domingos, hoje ministro da Micro e Pequena Empresa, na eleição de 2006, a última disputa com vaga única. O pessedista, que aparece em terceiro nas pesquisas de intenção de voto, confia na evolução numérica alcançada pelo ex-governador de São Paulo. “Na véspera (levantamentos) deram 15% ao Afif. No dia seguinte, ele teve 43%”, disse, após caminhada pelo centro comercial de Mauá, ao lado da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB).

Na ocasião mencionada pelo ex-prefeito da Capital, Afif ficou em segundo lugar (43,7%), perdendo para Eduardo Suplicy (47,8%), atual detentor da cadeira – mandato de senador é de oito anos. Pesquisa Datafolha, publicada quinta-feira, aponta Kassab com 8% das intenções de voto, atrás do ex-governador José Serra (PSDB), com 35%, e de Suplicy (PT), com 32%. “É difícil mensurar. Eleitor está mais ligado neste momento nos nomes de candidato a presidente, governador e deputados. Senador é o último voto (de escolha).”

Kassab confia na ideia de ser ‘novidade’ no cenário ao cargo – é a primeira vez que o líder do PSD concorre para o posto. Segundo o ex-prefeito, os dois adversários diretos no páreo representam a continuidade. “A minha candidatura é de renovação. Esse aspecto nos diferencia. O Suplicy está há 24 anos no Senado. O Serra, por sua vez, foi senador há 20 anos (eleito em 1994)”, disse, enfatizando sua bagagem eleitoral. “Fui vereador, deputado estadual e federal, vice-prefeito e prefeito.” O Senado exige idade mínima de 35 anos. “Mostra que a Constituição prevê alguém com experiência.”

O ex-prefeito afirmou que buscará investimentos do tesouro federal para financiar linhas metroviárias ao Grande ABC, integrando com a Região Metropolitana. Para Kassab, nos últimos anos o governo federal tem investido em Mobilidade em São Paulo apenas por meio de financiamentos, o que não é suficiente. “Vou brigar no Senado para que a União reserve parte do seu Orçamento para ampliar o Metrô na região.” Na sequência, ele foi para Avaré.

Candidata à reeleição, Vanessa frisou que uma das bandeiras de seu mandato é trazer o trem de alta velocidade para beneficiar os usuários que utilizam o transporte público. “Quero estender a linha que chega até a Jacu-Pêssego para o Paranavaí, Oratório e o Centro de Mauá.” A atividade eleitoral, concentrada na Rua Rio Branco, também contou com a presença do vereador mauaense Manoel Lopes (DEM). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kassab se espelha em retrospecto de Afif

Em Mauá, candidato ao Senado diz que espera evolução tida por correligionário em 2006

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

07/09/2014 | 06:47


Postulante ao Senado pelo PSD, Gilberto Kassab sustentou ontem que se espelha no retrospecto obtido pelo correligionário Guilherme Afif Domingos, hoje ministro da Micro e Pequena Empresa, na eleição de 2006, a última disputa com vaga única. O pessedista, que aparece em terceiro nas pesquisas de intenção de voto, confia na evolução numérica alcançada pelo ex-governador de São Paulo. “Na véspera (levantamentos) deram 15% ao Afif. No dia seguinte, ele teve 43%”, disse, após caminhada pelo centro comercial de Mauá, ao lado da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB).

Na ocasião mencionada pelo ex-prefeito da Capital, Afif ficou em segundo lugar (43,7%), perdendo para Eduardo Suplicy (47,8%), atual detentor da cadeira – mandato de senador é de oito anos. Pesquisa Datafolha, publicada quinta-feira, aponta Kassab com 8% das intenções de voto, atrás do ex-governador José Serra (PSDB), com 35%, e de Suplicy (PT), com 32%. “É difícil mensurar. Eleitor está mais ligado neste momento nos nomes de candidato a presidente, governador e deputados. Senador é o último voto (de escolha).”

Kassab confia na ideia de ser ‘novidade’ no cenário ao cargo – é a primeira vez que o líder do PSD concorre para o posto. Segundo o ex-prefeito, os dois adversários diretos no páreo representam a continuidade. “A minha candidatura é de renovação. Esse aspecto nos diferencia. O Suplicy está há 24 anos no Senado. O Serra, por sua vez, foi senador há 20 anos (eleito em 1994)”, disse, enfatizando sua bagagem eleitoral. “Fui vereador, deputado estadual e federal, vice-prefeito e prefeito.” O Senado exige idade mínima de 35 anos. “Mostra que a Constituição prevê alguém com experiência.”

O ex-prefeito afirmou que buscará investimentos do tesouro federal para financiar linhas metroviárias ao Grande ABC, integrando com a Região Metropolitana. Para Kassab, nos últimos anos o governo federal tem investido em Mobilidade em São Paulo apenas por meio de financiamentos, o que não é suficiente. “Vou brigar no Senado para que a União reserve parte do seu Orçamento para ampliar o Metrô na região.” Na sequência, ele foi para Avaré.

Candidata à reeleição, Vanessa frisou que uma das bandeiras de seu mandato é trazer o trem de alta velocidade para beneficiar os usuários que utilizam o transporte público. “Quero estender a linha que chega até a Jacu-Pêssego para o Paranavaí, Oratório e o Centro de Mauá.” A atividade eleitoral, concentrada na Rua Rio Branco, também contou com a presença do vereador mauaense Manoel Lopes (DEM). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;