Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pinheiro anuncia hoje Salgado como vice

Prefeito sacramenta PTB na chapa majoritária após sigla sofrer intervenção


Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

21/07/2016 | 07:00


O prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), oficializa hoje o vereador e líder do governo na Câmara, Jorge Salgado (PTB), como vice em sua chapa na busca da reeleição. O peemedebista concede entrevista coletiva às 18h para anunciar a união.

Como antecipou o Diário na quinta-feira, a dobrada já havia sido sacramentada na semana passada, após encontro entre o secretário de Governo, Nilson Bonome (PMDB), e o presidente do PTB paulista, deputado estadual Campos Machado. Rachado, o PTB vinha com discurso oficial de lançar a candidatura do ex-assessor Pádua Tortorello ao Palácio da Cerâmica. No bastidor, porém, parte dos petebistas se movimentava para incluir o partido no palanque do ex-prefeito e pré-candidato do Paço pelo PSDB, José Auricchio Júnior. Para impedir a manobra, Campos decidiu intervir no diretório local, destituiu o presidente da Câmara, Paulo Bottura, do comando da legenda na cidade e alçou o próprio Salgado à chefia da sigla local.

O dirigente petebista esteve domingo em São Caetano para encaminhar o apoio do PTB a Pinheiro. Pádua, Bottura e os outros dois vereadores da legenda (Gersio Sartori e Flávio Rstom) boicotaram a visita do cacique petebista e não compareceram ao evento. Tanto Sartori quando Rstom não disputarão a reeleição e decidiram apoiar candidatos da coligação de Auricchio. Campos ameaçou caçar o registro de candidatura de petebistas que aderirem ao projeto do ex-prefeito e sugeriu expulsão de dissidentes.

O nome do ex-deputado estadual Marquinho Tortorello chegou a ser colocado, no domingo, como possível indicado do PTB para a vice de Pinheiro. O Diário apurou que o surgimento do nome do filho do ex-prefeito Luiz Olinto Tortorello (morto em 2004) faz parte de estratégia para obstruir a ascensão política do seu tio, Pádua, irmão do ex-prefeito e de quebra, garantir notoriedade para sua pré-campanha a vereador.

A tendência é a de que, com Salgado disputando o Paço como parceiro de chapa de Pinheiro, Bottura tende a assumir apoio ao peemedebista. O receio do petebista era que, com a volta de Salgado ao partido (estava no Pros), sua reeleição ao Legislativo estaria comprometida e, por isso, projetou pleitear a vice de Auricchio e indicar outro nome para disputar a vereança. Bottura agora calcula que terá chance de brigar pelo quinto mandato. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;