Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Em S.Bernardo, corredores têm meta de baixar tempo de viagem

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura assinou, ontem, ordem de serviço para construção de quatro faixas exclusivas de ônibus


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

15/02/2018 | 07:00


 Reduzir em até 40% o tempo médio de viagem de passageiros do transporte público no município nos próximos três anos. Esta é a projeção feita pela Prefeitura de São Bernardo com a construção de quatro corredores de ônibus, além de um terminal na região do bairro Batistini, cuja assinatura da ordem de serviço para início das obras foi feita ontem.

Orçado em R$ 136 milhões – verba proveniente de financiamento obtido junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) –, o pacote de obras prevê a instalação de faixas exclusivas para coletivos com paradas nos canteiros centrais e, em alguns casos, integradas a ciclovias, principalmente em áreas com adensamento populacional.

A ideia, segundo o prefeito Orlando Morando (PSDB), é que, com a implantação das faixas exclusivas, coletivos voltem a ganhar agilidade em sua locomoção pela cidade. “A construção dos corredores deverá trazer de volta a rapidez e comodidade que passageiros esperam do transporte público de São Bernardo”, enfatiza.

De acordo com o secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador, o objetivo é que, com a conclusão das obras, o sistema de transporte público passe a ser mais atraente e cômodo para a população. “São conjunto de iniciativas destinadas a assegurar transporte coletivo rápido, confortável e moderno para os atuais e futuros usuários”, afirma.

Anunciado em 2012 dentro do Programa de Transportes Urbanos de São Bernardo, o projeto engloba a implantação dos corredores São Pedro (R$ 48,9 milhões), Rotary (R$ 16,2 milhões), Castelo Branco (R$ 30,7 milhões), Galvão Bueno (R$ 16,3 milhões), totalizando 19 quilômetros de faixas exclusivas, além do Terminal Batistini (R$ 22,9 milhões).

A previsão contratual é a de que todas obras sejam concluídas e entregues em prazo de 24 meses, incluindo o processo de desapropriações já iniciado pela Prefeitura e cujos custos também serão arcados pelo BID. No entanto, segundo Morando, em virtude de possíveis impasses com a remoção das moradias necessárias, a administração tem trabalhado com prazo superior. “Prefiro acreditar que em 36 meses teremos essas obras todas concluídas.”

Para garantir o cumprimento do prazo, a Prefeitura de São Bernardo também oficializou, ontem, contrato com o Consórcio Supervisor LEC que, nos próximos meses, terá a responsabilidade de fiscalizar o andamento da construção dos quatro corredores de ônibus, além do Terminal Batistini. O acordo está orçado em R$ 10,6 milhões.

 

PESQUISA

Sete meses para o término do atual contrato de concessão do transporte coletivo da cidade – hoje sob comando da SBCTrans –, a Prefeitura de São Bernardo abre caminho para realização de estudo sobre a qualidade do serviço ofertado por linhas municipais de ônibus.

De acordo com o diretor presidente da ETC (Empresa de Transportes Coletivos) de São Bernardo, Ademir Silvestre, a expectativa é a de que, nas próximas semanas, o Paço formalize convênio com consultoria para avaliar a estrutura do sistema, como: condições dos terminais de ônibus, qualidade da frota de veículos e pesquisa origem e destino.

Conforme Silvestre, o estudo deve embasar ainda possíveis mudanças no itinerário de coletivos da cidade com a criação dos corredores, além de definir as diretrizes do edital para concessão do serviço. “O produto final deste estudo será o edital que iremos colocar na rua para seleção da empresa operadora”, explica o prefeito.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;