Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema é campea em homicídios no Estado


Sérgio Saraiva
Da Redaçao

24/07/1999 | 16:18


Diadema é a campea absoluta no coeficiente de homicídios dolosos (intencionais) em todo o Estado nos últimos dez anos. Segundo as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública, ocorrem na cidade 10,76 casos por grupo de 10 mil habitantes, contra uma média de 5,22 na Capital e 4,97 na Grande Sao Paulo.

O município teve neste ano 5,46% de vítimas de homicídios sepultados como indigentes, por falta de identificaçao. Para a polícia, boa parte dos nao-identificados podem nao ser da cidade. "Quando nem vítima nem criminosos sao conhecidos no local, os assassinos levam muita vantagem da polícia", afirmou o chefe dos investigadores da Delegacia Seccional de Sao Bernardo, Rodrigo Martinez.

Contribuem para a fama de Diadema sua proximidade com a Zona Sul, a mais violenta da Capital, e com as favelas de Sao Bernardo. Além disso, a cidade é atravessada pela rodovia dos Imigrantes, entre Sao Paulo e a Baixada Santista, o que facilita, segundo a polícia, circulaçao e fuga de criminosos.

"Desova" - O uso da cidade para a "desova" e ou execuçoes nao é recente. O bairro Eldorado era o preferido como depósito de mortos executados pelo Esquadrao da Morte na década de 70. Nos anos 80, a cidade viu proliferar dezenas de grupos de justiceiros e, nos últimos anos, ganhou as manchetes pela alta incidência da violência oficial, como nos casos da morte de Pixote e da favela Naval.

Para Martinez, a própria fama criada em torno de Diadema acaba dirigindo para a cidade os criminosos que têm acerto de contas a fazer, usando como locais as áreas pouco habitadas que sobraram na cidade, especialmente na zona de mananciais.

Mesmo assim, essa explicaçao nao dá conta do grande número de casos registrados na cidade (355), que superou no ano passado os crimes registrados em Sao Bernardo (325), cidade com o dobro de habitantes.

Exemplo - Cinco rapazes sao seqüestrados no Parque Esmeralda, em Sao Bernardo, e depois executados por homens encapuzados com requintes de violência. Foi a sétima chacina do ano no Grande ABC. O crime, ocorrido na madrugada de 13 de julho, ainda nao foi solucionado.

O quíntuplo assassinato foi computado nos índices de violência de Diadema, local escolhido pelos criminosos para a execuçao. Para a polícia, a açao é exemplo de como a cidade é usada para a "desova" de cadáveres de homicídios praticados noutros municípios.

Segundo o delegado seccional Joao Gilberto Pacífico, de Santo André, boa parte dos crimes praticados em locais ermos da cidade, de Mauá e Ribeirao Pires, também sao "importados". Em Sao Bernardo, as "desovas" ocorrem nos bairros Cooperativa e dos Alvarenga, que conservam grandes áreas ainda nao urbanizadas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diadema é campea em homicídios no Estado

Sérgio Saraiva
Da Redaçao

24/07/1999 | 16:18


Diadema é a campea absoluta no coeficiente de homicídios dolosos (intencionais) em todo o Estado nos últimos dez anos. Segundo as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública, ocorrem na cidade 10,76 casos por grupo de 10 mil habitantes, contra uma média de 5,22 na Capital e 4,97 na Grande Sao Paulo.

O município teve neste ano 5,46% de vítimas de homicídios sepultados como indigentes, por falta de identificaçao. Para a polícia, boa parte dos nao-identificados podem nao ser da cidade. "Quando nem vítima nem criminosos sao conhecidos no local, os assassinos levam muita vantagem da polícia", afirmou o chefe dos investigadores da Delegacia Seccional de Sao Bernardo, Rodrigo Martinez.

Contribuem para a fama de Diadema sua proximidade com a Zona Sul, a mais violenta da Capital, e com as favelas de Sao Bernardo. Além disso, a cidade é atravessada pela rodovia dos Imigrantes, entre Sao Paulo e a Baixada Santista, o que facilita, segundo a polícia, circulaçao e fuga de criminosos.

"Desova" - O uso da cidade para a "desova" e ou execuçoes nao é recente. O bairro Eldorado era o preferido como depósito de mortos executados pelo Esquadrao da Morte na década de 70. Nos anos 80, a cidade viu proliferar dezenas de grupos de justiceiros e, nos últimos anos, ganhou as manchetes pela alta incidência da violência oficial, como nos casos da morte de Pixote e da favela Naval.

Para Martinez, a própria fama criada em torno de Diadema acaba dirigindo para a cidade os criminosos que têm acerto de contas a fazer, usando como locais as áreas pouco habitadas que sobraram na cidade, especialmente na zona de mananciais.

Mesmo assim, essa explicaçao nao dá conta do grande número de casos registrados na cidade (355), que superou no ano passado os crimes registrados em Sao Bernardo (325), cidade com o dobro de habitantes.

Exemplo - Cinco rapazes sao seqüestrados no Parque Esmeralda, em Sao Bernardo, e depois executados por homens encapuzados com requintes de violência. Foi a sétima chacina do ano no Grande ABC. O crime, ocorrido na madrugada de 13 de julho, ainda nao foi solucionado.

O quíntuplo assassinato foi computado nos índices de violência de Diadema, local escolhido pelos criminosos para a execuçao. Para a polícia, a açao é exemplo de como a cidade é usada para a "desova" de cadáveres de homicídios praticados noutros municípios.

Segundo o delegado seccional Joao Gilberto Pacífico, de Santo André, boa parte dos crimes praticados em locais ermos da cidade, de Mauá e Ribeirao Pires, também sao "importados". Em Sao Bernardo, as "desovas" ocorrem nos bairros Cooperativa e dos Alvarenga, que conservam grandes áreas ainda nao urbanizadas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;