Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

GM tem novo laboratório de baterias


Do Diário do Grande ABC

24/06/2009 | 07:00


A General Motors ampliou sua capacidade de pesquisa de baterias para o desenvolvimento de carros elétricos e híbridos ao abrir o maior laboratório de baterias dos EUA.

O novo Laboratório Global de Sistemas de Baterias vai acelerar o lançamento de veículos acionados eletricamente, incluindo o Chevrolet Volt, bem como os carros elétricos híbridos e híbridos, além de automóveis movidos por células a combustível.

"O laboratório beneficiará consumidores de todo o mundo, ajudando-nos a avançar no desenvolvimento da tecnologia e a colocar veículos mais limpos e eficientes nas ruas de uma maneira mais rápida e acessível," declarou Fritz Henderson, presidente e executivo-chefe da GM.

O local tem mais de 3.000 m² - é quatro vezes maior que o anterior - e será usado por mais de 1.000 engenheiros.

O planejamento teve início em dezembro de 2007 e a construção começou em agosto de 2008. As operações tiveram início em janeiro - nove meses antes da programação. O laboratório passou a funcionar totalmente em maio, equipado com 160 canais de teste e 42 câmaras térmicas que reproduzem os padrões de condução, temperaturas quentes e frias e vida útil. A capacidade máxima de geração de energia dos laboratórios é de 6 megawatts, eletricidade suficiente para abastecer aproximadamente 1.400 residências.

"Mais da metade do laboratório é dedicada ao teste das células eletroquímicas de baterias e suas caixas, conhecidas como módulos, uma capacidade não disponível no laboratório anterior. O espaço restante está comprometido com a avaliação de sistemas/conjuntos completos de baterias," informou Jim Queen, vice-presidente do grupo.

Construído no interior das instalações do Centro de Energia Alternativa da GM, inclui uma série de características ecologicamente corretas, como corredor central com iluminação por LEDs de alta eficiência e piso feito a partir de pneus reciclados. Aproximadamente 90% da eletricidade usada nos testes de baterias pode ser retornada à grade de energia local para uso doméstico e comercial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GM tem novo laboratório de baterias

Do Diário do Grande ABC

24/06/2009 | 07:00


A General Motors ampliou sua capacidade de pesquisa de baterias para o desenvolvimento de carros elétricos e híbridos ao abrir o maior laboratório de baterias dos EUA.

O novo Laboratório Global de Sistemas de Baterias vai acelerar o lançamento de veículos acionados eletricamente, incluindo o Chevrolet Volt, bem como os carros elétricos híbridos e híbridos, além de automóveis movidos por células a combustível.

"O laboratório beneficiará consumidores de todo o mundo, ajudando-nos a avançar no desenvolvimento da tecnologia e a colocar veículos mais limpos e eficientes nas ruas de uma maneira mais rápida e acessível," declarou Fritz Henderson, presidente e executivo-chefe da GM.

O local tem mais de 3.000 m² - é quatro vezes maior que o anterior - e será usado por mais de 1.000 engenheiros.

O planejamento teve início em dezembro de 2007 e a construção começou em agosto de 2008. As operações tiveram início em janeiro - nove meses antes da programação. O laboratório passou a funcionar totalmente em maio, equipado com 160 canais de teste e 42 câmaras térmicas que reproduzem os padrões de condução, temperaturas quentes e frias e vida útil. A capacidade máxima de geração de energia dos laboratórios é de 6 megawatts, eletricidade suficiente para abastecer aproximadamente 1.400 residências.

"Mais da metade do laboratório é dedicada ao teste das células eletroquímicas de baterias e suas caixas, conhecidas como módulos, uma capacidade não disponível no laboratório anterior. O espaço restante está comprometido com a avaliação de sistemas/conjuntos completos de baterias," informou Jim Queen, vice-presidente do grupo.

Construído no interior das instalações do Centro de Energia Alternativa da GM, inclui uma série de características ecologicamente corretas, como corredor central com iluminação por LEDs de alta eficiência e piso feito a partir de pneus reciclados. Aproximadamente 90% da eletricidade usada nos testes de baterias pode ser retornada à grade de energia local para uso doméstico e comercial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;