Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

NET quer popularizar TV digital de alta definição no País


Antonio Rogério Cazzali
Do Diário do Grande ABC

24/06/2009 | 07:00


A NET, empresa prestadora de serviços de TV por assinatura, internet e telefonia, anunciou ontem um pacote mais acessível para a TV digital em alta definição, que conta ainda com poucos canais disponíveis no novo sistema, mas que deverá crescer em futuro próximo. Como explica o presidente da empresa, José Antonio Félix, já existe um bom mercado potencial para a nova tecnologia, cuja imagem e som têm ótima qualidade e há diversos recursos adicionais ao usuário.

O Brasil registrou em 2008 crescimento de mais de 140% nas vendas de TVs de plasma e LCD, 88% de home theatre, ao mesmo tempo em que o comércio de TVs convencionais caiu quase 50%. "O consumidor já começa a apostar no crescimento de ofertas de programas e canais dentro do sistema digital, cuja qualidade cativa qualquer um. É como nos transportássemos para dentro da tela", afirmou Félix.

Segundo o diretor regional da NET para o Grande ABC, Renato Saibro, o pacote da Net Digital HD custará a partir de R$ 120, já incluso o decodificador. "Estamos há 15 anos no Brasil, e desde 2007 na região. Como começamos com TV a cabo, cujo sistema requer o maior aporte tecnológico, não corremos o risco de entrar em colapso, além do que, podemos ampliar nossas ações com os pés no chão."

Saibro acredita em uma migração natural dos usuários do Speedy, da Telefônica, nos próximos meses, salientando que a TV digital será mais um atrativo. A NET está presente em 3,5 milhões de domicílios brasileiros, em 91 cidades. Apesar de sua abrangência, Saibro lamenta que cerca de 15% das TVs por assinatura no Brasil sejam pirateadas, problema que as empresas tentam sanar digitalizando o sistema.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

NET quer popularizar TV digital de alta definição no País

Antonio Rogério Cazzali
Do Diário do Grande ABC

24/06/2009 | 07:00


A NET, empresa prestadora de serviços de TV por assinatura, internet e telefonia, anunciou ontem um pacote mais acessível para a TV digital em alta definição, que conta ainda com poucos canais disponíveis no novo sistema, mas que deverá crescer em futuro próximo. Como explica o presidente da empresa, José Antonio Félix, já existe um bom mercado potencial para a nova tecnologia, cuja imagem e som têm ótima qualidade e há diversos recursos adicionais ao usuário.

O Brasil registrou em 2008 crescimento de mais de 140% nas vendas de TVs de plasma e LCD, 88% de home theatre, ao mesmo tempo em que o comércio de TVs convencionais caiu quase 50%. "O consumidor já começa a apostar no crescimento de ofertas de programas e canais dentro do sistema digital, cuja qualidade cativa qualquer um. É como nos transportássemos para dentro da tela", afirmou Félix.

Segundo o diretor regional da NET para o Grande ABC, Renato Saibro, o pacote da Net Digital HD custará a partir de R$ 120, já incluso o decodificador. "Estamos há 15 anos no Brasil, e desde 2007 na região. Como começamos com TV a cabo, cujo sistema requer o maior aporte tecnológico, não corremos o risco de entrar em colapso, além do que, podemos ampliar nossas ações com os pés no chão."

Saibro acredita em uma migração natural dos usuários do Speedy, da Telefônica, nos próximos meses, salientando que a TV digital será mais um atrativo. A NET está presente em 3,5 milhões de domicílios brasileiros, em 91 cidades. Apesar de sua abrangência, Saibro lamenta que cerca de 15% das TVs por assinatura no Brasil sejam pirateadas, problema que as empresas tentam sanar digitalizando o sistema.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;