Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Barco encalha e pode contaminar golfo da Finlândia


Das Agências

31/07/2001 | 08:37


Um barco transportando produtos químicos encalhou em frente às costas russas do golfo da Finlândia, causando risco de contaminação, conforme informou o serviço de socorro marítimo.

O ‘Gambler’ encalhou há cinco dias num banco de areia e tanto a empresa proprietária quanto a tripulação, ambas alemãs, negam-se a receber ajuda dos socorristas russos, declarou Leonid Belov, chefe do serviço marítimo em São Petersburgo.

A empresa Meerfal und Meiers, de Hamburgo, insiste em pedir ajuda de uma empresa estrangeira.

O ‘Gambler’ zarpou de São Petersburgo no dia 26 de julho com 2.815 toneladas de produtos químicos e 60 toneladas de combustível.

Caso não encontrem uma solução, a situação pode se agravar e causar uma catástrofe ecológica no golfo da Finlândia, informou Belov.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Barco encalha e pode contaminar golfo da Finlândia

Das Agências

31/07/2001 | 08:37


Um barco transportando produtos químicos encalhou em frente às costas russas do golfo da Finlândia, causando risco de contaminação, conforme informou o serviço de socorro marítimo.

O ‘Gambler’ encalhou há cinco dias num banco de areia e tanto a empresa proprietária quanto a tripulação, ambas alemãs, negam-se a receber ajuda dos socorristas russos, declarou Leonid Belov, chefe do serviço marítimo em São Petersburgo.

A empresa Meerfal und Meiers, de Hamburgo, insiste em pedir ajuda de uma empresa estrangeira.

O ‘Gambler’ zarpou de São Petersburgo no dia 26 de julho com 2.815 toneladas de produtos químicos e 60 toneladas de combustível.

Caso não encontrem uma solução, a situação pode se agravar e causar uma catástrofe ecológica no golfo da Finlândia, informou Belov.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;