Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Não olha para mim...

Não tem jeito. Quando o clima não está bom, nem uma disputa eleitoral consegue acalmar os ânimos


Do Diário do Grande ABC

07/07/2010 | 00:00


Não tem jeito. Quando o clima não está bom, nem uma disputa eleitoral consegue acalmar os ânimos. É o histórico racha no PT de Mauá, que parece não ter fim. Os protagonistas da vez são o deputado estadual Donisete Braga, que tenta a reeleição, e o ex-vice-prefeito de Mauá Márcio Chaves, que também disputa cadeira na Assembleia. Os dois, que sempre foram do mesmo grupo e hoje são adversários na própria legenda, não escondem mais que o tempo de afinidade política acabou.

A dupla sempre ficou conhecida na legenda por rivalizar votos de filiados com o prefeito Oswaldo Dias. Hoje Donisete está alinhado ao chefe do Executivo, enquanto Márcio continua na ‘oposição branca'. Mas o fato é que a animosidade já ultrapassou os limites do município. Nem o evento com a presidenciável Dilma Rousseff, na segunda-feira, em Santo André, foi suficiente para quebrar o gelo. Tanto que no palco o ex-secretário de Obras e candidato a deputado federal Hélcio da Silva teve de sentar entre os dois. Será que nem depois da abertura das urnas eles irão fazer as pazes?

No vizinho
O presidente da Câmara de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT) - que desistiu de sair a estadual e passou a integrar a coordenação na região das campanhas de Dilma Rousseff e Aloizio Mercadante - fará hoje à noite reunião na subsede de Diadema do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para anunciar apoio à candidatura de Carlos Grana para a Assembleia. O curioso é que na cidade há quatro candidatos para a cadeira. Isso porque o PT do município não está rachado...

Viário petista
Em Mauá, os comentários no meio político são de que o prefeito Oswaldo Dias (PT) pretende fazer uma remodelação viária no Centro da cidade, o que diminuiria o espaço do terminal de ônibus. Se o transporte público hoje já não tem muita aprovação da população, imagine depois disso...

Na cola do homem
O ex-prefeiturável de Mauá Mateus Prado (PSDC) fez questão de ir a Brasília na segunda-feira para acompanhar o registro de candidatura no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) do presidenciável da legenda, José Maria Eymael. Mateus, que foi pré-candidato a tudo e no fim ficou fora da disputa deste ano, pretende se firmar como liderança da cidade para sair a prefeito. Mas muita água ainda vai passar embaixo da ponte...



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;