Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula compara Brasil que encontrou a 'quebra-cabeça desmontado'


Da AE

11/06/2006 | 11:06


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado que não fará bobagens nem mágicas durante a campanha à reeleição. Ao visitar obras de gasoduto entre o Espírito Santo e o Rio de Janeiro, ele destacou a solidez da economia brasileira e a situação difícil do País quando assumiu o poder. "Quando tomei posse, o Brasil já existia e as fábricas existiam, mas a impressão era de que eu estava diante de um brinquedo Lego desmontado, um quebra-cabeça", comparou. "Hoje, depois do descrédito, estou feliz, com alma branda e lavada e não perderei a ternura."

Em discurso de improviso, de 30 minutos, Lula disse que terá muito cuidado na condução do governo nos próximos meses. "O meu maior cuidado é não permitir que o processo eleitoral me faça fazer uma bobagem qualquer", afirmou. "As pessoas não têm que inventar as coisas para ganhar a eleição", acrescentou. "Não quero fazer mágica, quero continuar no mesmo tom, pois quando o passe dá errado, quem quebra a cara não é quem errou, mas o pobre deste País."

A uma claque montada pelo governo estadual e pela prefeitura de Vitória, controlados por aliados, Lula leu manchetes de jornais sobre levantamentos que, segundo ele, indicam aumento da renda da classe baixa idêntico ao do Produto Interno Bruto da China e ouviu jingles da última campanha de 2002. "Para os pobres, a elevação da renda foi igual ao crescimento do PIB chinês" afirmou. "A desigualdade social atingiu o menor índice desde o censo realizado em 1960", completou. "Eu não poderia estar mais feliz, pois foi para isso que fui eleito."


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula compara Brasil que encontrou a 'quebra-cabeça desmontado'

Da AE

11/06/2006 | 11:06


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado que não fará bobagens nem mágicas durante a campanha à reeleição. Ao visitar obras de gasoduto entre o Espírito Santo e o Rio de Janeiro, ele destacou a solidez da economia brasileira e a situação difícil do País quando assumiu o poder. "Quando tomei posse, o Brasil já existia e as fábricas existiam, mas a impressão era de que eu estava diante de um brinquedo Lego desmontado, um quebra-cabeça", comparou. "Hoje, depois do descrédito, estou feliz, com alma branda e lavada e não perderei a ternura."

Em discurso de improviso, de 30 minutos, Lula disse que terá muito cuidado na condução do governo nos próximos meses. "O meu maior cuidado é não permitir que o processo eleitoral me faça fazer uma bobagem qualquer", afirmou. "As pessoas não têm que inventar as coisas para ganhar a eleição", acrescentou. "Não quero fazer mágica, quero continuar no mesmo tom, pois quando o passe dá errado, quem quebra a cara não é quem errou, mas o pobre deste País."

A uma claque montada pelo governo estadual e pela prefeitura de Vitória, controlados por aliados, Lula leu manchetes de jornais sobre levantamentos que, segundo ele, indicam aumento da renda da classe baixa idêntico ao do Produto Interno Bruto da China e ouviu jingles da última campanha de 2002. "Para os pobres, a elevação da renda foi igual ao crescimento do PIB chinês" afirmou. "A desigualdade social atingiu o menor índice desde o censo realizado em 1960", completou. "Eu não poderia estar mais feliz, pois foi para isso que fui eleito."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;