Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Audiência pode alterar projeto do Rodoanel


Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

24/03/2005 | 13:27


A primeira das três audiências públicas que podem alterar o rumo do projeto do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas está marcada para o dia 19 de abril, no salão nobre da Casa de Portugal (av. Liberdade, 602 – São Paulo). Cabe às reuniões discutir a viabilidade ambiental do traçado da via expressa e caso sejam constatadas irregularidades na elaboração da Avaliação Ambiental Estratégica, o Eia-Rima deverá ser refeito, parcial ou integralmente. Sem o documento, a Secretária de Estado dos Transportes não poderá obter a licença ambiental para dar início à construção da pista. A última rodada de audiências públicas aconteceu no segundo semestre do ano passado.

No acordo firmado entre Ministério Público, Ibama e Palácio dos Bandeirantes, ficou acertado que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) irá fazer adendos ao já concluído Eia-Rima (Estudo e Relatório de Impacto Ambiental) sobre a asa Sul do Rodoanel, que cortará quatro das sete cidades do Grande ABC. No bojo do trabalho, estão três temas principais: o cinturão verde da Capital, a Mata Atlântica e duas aldeias indígenas em Parelheiros.

Sobre esses temas deverão se concentrar os debates da audiência. As outras duas estão previstas para ocorrer em São Bernardo e na região central de São Paulo, ainda sem data e local definidos.

A previsão atual é que as obras do trecho Sul do Rodoanel tenham início até setembro. No início do ano, o cronograma que previa instalação do canteiro de obras a partir de junho foi alterado por conta de impasse no acordo firmado entre as partes que obriga a realização de audiência para debater a Avaliação Ambiental Estratégica, documento que precedeu o Eia-Rima. Agora, a previsão é de que a análise do Ibama seja concluída até junho. Na quarta-feira foi realizada a primeira reunião para apresentar o projeto a empreiteiras interessadas na obra.

Com as novas audiências públicas, o calhamaço que compõe o Eia-Rima volta a estar disponível à consulta. São sete endereços onde se pode ter acesso – todos na Capital. Para quem mora na região, opção é o site da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A): www.dersa.sp.gov.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Audiência pode alterar projeto do Rodoanel

Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

24/03/2005 | 13:27


A primeira das três audiências públicas que podem alterar o rumo do projeto do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas está marcada para o dia 19 de abril, no salão nobre da Casa de Portugal (av. Liberdade, 602 – São Paulo). Cabe às reuniões discutir a viabilidade ambiental do traçado da via expressa e caso sejam constatadas irregularidades na elaboração da Avaliação Ambiental Estratégica, o Eia-Rima deverá ser refeito, parcial ou integralmente. Sem o documento, a Secretária de Estado dos Transportes não poderá obter a licença ambiental para dar início à construção da pista. A última rodada de audiências públicas aconteceu no segundo semestre do ano passado.

No acordo firmado entre Ministério Público, Ibama e Palácio dos Bandeirantes, ficou acertado que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) irá fazer adendos ao já concluído Eia-Rima (Estudo e Relatório de Impacto Ambiental) sobre a asa Sul do Rodoanel, que cortará quatro das sete cidades do Grande ABC. No bojo do trabalho, estão três temas principais: o cinturão verde da Capital, a Mata Atlântica e duas aldeias indígenas em Parelheiros.

Sobre esses temas deverão se concentrar os debates da audiência. As outras duas estão previstas para ocorrer em São Bernardo e na região central de São Paulo, ainda sem data e local definidos.

A previsão atual é que as obras do trecho Sul do Rodoanel tenham início até setembro. No início do ano, o cronograma que previa instalação do canteiro de obras a partir de junho foi alterado por conta de impasse no acordo firmado entre as partes que obriga a realização de audiência para debater a Avaliação Ambiental Estratégica, documento que precedeu o Eia-Rima. Agora, a previsão é de que a análise do Ibama seja concluída até junho. Na quarta-feira foi realizada a primeira reunião para apresentar o projeto a empreiteiras interessadas na obra.

Com as novas audiências públicas, o calhamaço que compõe o Eia-Rima volta a estar disponível à consulta. São sete endereços onde se pode ter acesso – todos na Capital. Para quem mora na região, opção é o site da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A): www.dersa.sp.gov.br.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;