Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Manila entra em alerta por eventual ataque na Semana Santa


Da AFP

23/03/2005 | 08:40


A capital das Filipinas, Manila, entrou em alerta máximo terrorista nesta quarta-feira, dia em que milhares de pessoas retornam para casa para aproveitar o feriado prolongado da Semana Santa, que as autoridades temem que seja marcado por um eventual ataque.

Mais de 10 mil policiais foram mobilizados em todas as regiões da capital, especialmente nos terminais rodoviários, aeroportos e portos. O chefe de polícia local, Avelino Razon, pediu à população que permaneça "vigilante" durante o feriado.

As igrejas e centros comerciais da capital, onde vivem 13 milhões de pessoas, também são alvos potenciais durante o período.

No restante do país, a polícia e o exército também estão atentas a eventuais ataques terroristas por parte de integrantes do grupo extremista Abu Sayaf, vinculado à rede terrorista Al Qaeda.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manila entra em alerta por eventual ataque na Semana Santa

Da AFP

23/03/2005 | 08:40


A capital das Filipinas, Manila, entrou em alerta máximo terrorista nesta quarta-feira, dia em que milhares de pessoas retornam para casa para aproveitar o feriado prolongado da Semana Santa, que as autoridades temem que seja marcado por um eventual ataque.

Mais de 10 mil policiais foram mobilizados em todas as regiões da capital, especialmente nos terminais rodoviários, aeroportos e portos. O chefe de polícia local, Avelino Razon, pediu à população que permaneça "vigilante" durante o feriado.

As igrejas e centros comerciais da capital, onde vivem 13 milhões de pessoas, também são alvos potenciais durante o período.

No restante do país, a polícia e o exército também estão atentas a eventuais ataques terroristas por parte de integrantes do grupo extremista Abu Sayaf, vinculado à rede terrorista Al Qaeda.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;