Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Produção industrial cai em 8 das 14 regiões pesquisadas pelo IBGE


Do Diário OnLine

12/12/2005 | 10:13


Pelo segundo mês consecutivo, a produção industrial caiu em oito das 14 regiões pesquisadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em outubro, na comparação com o mesmo mês no ano passado. A indústria do Ceará apresentou a maior queda (-12,1%), enquanto o Amazonas teve a taxa mais elevada (12,1%).

Em outubro, a produção industrial nacional teve ligeira alta de 0,04% em relação ao mesmo mês no ano passado. Além do Amazonas, as outras regiões que ficaram acima desse índice foram Pará (6,4%), Minas Gerais (5,2%), Espírito Santo (3,6%), Rio de Janeiro (2,6%) e São Paulo (0,9%).

Já os locais que apontaram taxa negativa foram: Bahia (-0,3%), Pernambuco (-1,3%), Goiás (-3,5%), região Nordeste (-4,0%), Santa Catarina (-5,0%), Paraná (-6,2%) e Rio Grande do Sul (-6,6%).

No acumulado do ano, quase todos os locais registraram aumentos na produção industrial, com exceção do Ceará (-0,6%) e do Rio Grande do Sul (-3,8%). Amazonas teve o maior avanço (15,6%), sustentado, principalmente, pela alta na produção de material eletrônico e de comunicações (telefones celulares e eletroeletrônicos).

São Paulo - Em outubro, a indústria paulista cresceu 0,9% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na comparação com setembro, a alta foi de 1,4%. No acumulado do ano, houve expansão de 4,1% e, nos últimos 12 meses, de 5,2%.

Nove dos 20 segmentos pesquisados pelo IBGE apresentaram taxas positivas, com destaque, em termos de participação, para indústria farmacêutica (24,6%), refino de petróleo e produção de álcool (8,6%) e edição e impressão (9,5%). Na contramão, veículos automotores (-8,8%) e máquinas e equipamentos (-4,5%) exerceram as principais influências negativas.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;