Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Regina tenta se desvincular
da gestão de Auricchio

'Auricchio é uma pessoa e encerra um ciclo que começa com
outra pessoa, em outra gestão; não tenho rabo preso', afirmou


Gustavo
Do Diário do Grande ABC

30/09/2012 | 06:55


A prefeiturável de São Caetano do PTB, Regina Maura Zetone, adotou a estratégia de desvincular sua imagem do principal fiador de sua candidatura, o prefeito José Auricchio Júnior (PTB) a poucos dias da eleição. "Carrego a pecha do que foi ruim na administração, embora não tenha participado", afirmou a petebista, em reunião na Avenida Kennedy ontem.

Regina explicou de maneira rápida o que acredita ter sido negativo na gestão Auricchio. "Sei que aconteceram algumas restrições contra os jovens, mas não da para defender agora. O Auricchio é uma pessoa e encerra um ciclo que começa com outra pessoa, em outra gestão. Eu não tenho rabo preso com ninguém. Se eu não tivesse liberdade para governar, não teria aceitado ser candidata. Minha personalidade é um pouquinho forte."

A prefeiturável também destacou ter fama de antipática. "Não ficava dando risadinha por aí porque sou viúva, e a mulherada ia falar mal de mim. Agora, eu posso rir e cumprimentar como política, antes eu era só gestora", advertiu. Regina ainda afirmou ter sido "demonizada" entre os mais jovens como uma pessoa "corrupta, que bate em velhinhos e mata cachorros na rua", por meio do Facebook.

Em relato de visita à porta da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), a governista disse ter consultado estudantes sobre opinião de votos ao adversário do PMDB, vereador Paulo Pinheiro, que obteve larga vantagem nessa faixa etária, segundo pesquisa do Diário. "Nós queríamos saber o porquê não votam em mim e ninguém soube explicar. Eu também vou dar bolsas de estudo na USCS, como o Paulo Pinheiro prometeu. Mas não é certeza, dependo de parceria com o governo do Estado. Não faço promessa sem certeza, tenho decência."

Segundo a petebista, a nova postura é uma forma de contrapor "calúnias" propagadas pela campanha do PMDB. O discurso foi direcionado apenas para aliados e finalizado com a mensagem de que Regina fez parte da estruturação do setor de Saúde e da Assistência Social. "Peço que multipliquem os votos." Mais tarde ela participou de reunião ao lado do prefeito Auricchio.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;