Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Hoje é dia de repensar
seu papel no planeta


André Vieira
Do Diário do Grande ABC

05/06/2010 | 07:06


A data é antiga, foi estabelecida em 1972, mas a cada ano que passa, o 5 de junho e todos os outros 364 dias do ano, se tornam cada vez mais importantes quando se pensa nas atitudes que devem ser tomadas em prol do meio ambiente.

Os especialistas concordam que o ritmo de vida da Terra caminha para o aquecimento global, que vai sendo precipitado pelas queimadas, pela derrubada de áreas verdes, pelo acúmulo de lixo e outras agressões à natureza.

Os especialistas concordam, também, que minimizar o impacto devastador desses males começa com pequenas mudanças de hábito, que podem ser feitas por qualquer pessoa, sendo hoje ou não o Dia do Meio Ambiente.

As dicas são conhecidas, eficientes, mas não parecem assimiladas pela maioria. Diminuir a quantidade de lixo que as cidades produzem todos os dias - só o Grande ABC gera 2.000 toneladas - tem início com a redução do consumo e o reaproveitamento dos materiais que ainda podem ter serventia.

Outras ações, como poupar água, substituir o uso de sacolas plásticas ou verificar o nível de emissão de poluentes dos veículos, também não exigem mais do que a consciência de que recursos naturais acabarão se não forem bem utilizados.

Infelizmente, porém, como algumas ações ambientais podem implicar em mudanças substanciais na econômica dos países e no modo de vida das pessoas, governos e empresas ainda tratam o tema com cautela.

CARTILHA
Em comemoração ao 5 de junho, o Diário distribui hoje sua cartilha do Meio Ambiente, que trata de práticas sustentáveis. Entre os temas, a publicação aborda a necessidade de educação ambiental nas escolas, do consumo consciente, e do papel do Poder Público.

 
Ainda há tempo para evitarmos viver no lixo

Para o engenheiro químico Uladyr Ormino Nayme, ajudar na preservação do meio ambiente é uma tarefa ao alcançe de todos os cidadãos e requer mais atitudes simples do que grandes mobilizações.

Exemplos de como cada um pode fazer a sua parte serão dados por Nayme, que é funcionário da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), em palestra no dia 8, no campus do Instituto Mauá de Tecnologia, em
São Caetano.

DIÁRIO - Qual a importância de se ter um dia para comemorar o Meio Ambiente?

ULADYR ORMINO NAYME - A importância é pura e simplesmente de calendário, pois esta é uma data que foi definida mundialmente. Por outro lado, acaba sendo também um dia de mobilização, em que todos procuram pensar no meio ambiente, embora o meio ambiente precise ser comemorado todo dia.

DIÁRIO - O que as pessoas podem fazer para auxiliar na solução desses problemas?

NAYME - Os cidadãos podem tomar várias atitudes dentro do seu próprio cotidiano, como economizar água priorizando os sistemas de reuso para regar jardins, lavar calçadas; manter seus carros e motos regulados para diminuir a emissão de poluição do ar; podem evitar jogar resíduos na rua e fazer a coleta seletiva e lixo.

DIÁRIO - Qual o impacto para o meio ambiente dessas atitudes?

NAYME - Pequenas ações podem também ajudar a salvar o planeta, como não jogar papel ou uma lata na rua e colocá-los na lixeira. As pessoas têm consciência do problema, sabem disso, mas até que ponto elas tomam atitudes? A solução é mudar os hábitos. Discutimos muito sobre o meio ambiente, mas poucas pessoas ajudam a preservar a natureza de forma correta e eficaz. Para reciclar não é preciso ter uma sacola de lixo de cada cor, basta separar o material reciclado em um saco e o não reciclável em outro. Para economizar água, basta fechar a torneira, reduzir o tempo de banho. São ações simples.

DIÁRIO - Como fazer com que as crianças aprendam a importância de se preservar o meio ambiente?

NAYME - É fundamental que as escolas preparem as crianças porque muitos de nós, os adultos, não fomos preparados e o resultado é toda essa poluição com a qual convivemos. A criança é quem vai continuar vivendo nesse meio ambiente e elas têm condições de cobrar os adultos. Todos nós ainda temos uma chance para ajudar a salvar o planeta. Se preservarmos agora, talvez as próximas gerações não tenham essa mesma chance. Com o meio ambiente bem tratado e limpo, é possível melhoramos a nossa qualidade de vida, caso contrário, vamos viver no meio do lixo.


Prefeituras preparam atividades para mês do meio Ambiente

Para comemorar o Dia do Meio Ambiente, as prefeituras da região prepararam atividades, dentre elas, palestras, exposições e cursos que duram até o fim do mês.

Em São Bernardo, hoje, às 9h, haverá o plantio de árvores com a participação de jovens que irão adotá-las na Fundação Criança (Rua Francisco Vicentainer, 804, bairro Assunção). A cidade também realizará na sexta-feira, às 19h, a palestra Ecos da Sustentabilidade, no Paço Municipal.

SANTO ANDRÉ
O Núcleo Olho D'água do Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba (Avenida Rodrigues Alves, Parte Baixa da Vila) estará aberto para visitação todos os sábados e domingos do mês, das 10h às 16h. O local abriga o sistema de reservatório de água construído pelos ingleses no final do século 19.

O Parque Escola (Rua Anacleto Popote, 46, bairro Valparaíso), em Santo André, realizará dia 16 oficinas, exposições e a ação Adote Uma Árvore, com distribuição de sementes.

Enquanto que o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) preparou um ciclo de palestras, a partir do dia 9, das 8h30 às 12h30, no auditório do Centro de Referência em Saneamento Ambiental da cidade (Avenida José Caballero, 143, Centro). Além das palestras, os parques e espaços públicos serão palcos de esquetes teatrais, oficinas de reaproveitamento de materiais.

SÃO CAETANO
A programação começa segunda-feira com o curso de jardinagem ecológica para residências, das 13h às 14h30, no Cise (Centro Integrado de Saúde e Educação da Terceira Idade) João Nicolau Braido (Rua Humberto de Campos, 600, bairro São José). Outro curso é o de culinária e aproveitamento integral dos alimentos utilizando talos e cascas acontece na quarta-feira, das 15h às 16h30, no mesmo Cise.

DIADEMA
As atividades se iniciam segunda-feira com palestra aberta ao público sobre responsabilidade socioambiental das empresas e da comunidade, às 19h, no auditório do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), localizado na Rua Caracas, 73, Vila Mulford. Outras atividades serão realizadas nos parques e praças da cidade até o dia 11, que encerra a semana com o plantio de cerejeiras no Parque Takebe (Rua Yokohama, 141, Taboão).

A concessionária Ecovias promove entre os dias 8 e 12 na Comunidade Barão de Uruguaiana, ação para recolher e transformar óleo de cozinha usado em sabão ou detergente. No local serão colocados coletores para a população descartar o material dentro de garrafa pet. O trabalho é em parceria com o instituto Triângulo.As demais prefeituras não informaram a programação. (Bruna Gonçalves)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;