Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bernardinho admite compor comissão técnica em outro esporte


Do Diário OnLine

29/08/2006 | 08:07


O técnico da seleção brasileiro de vôlei masculino, Bernardinho, declarou nesta terça-feira, durante entrevista ao Bom Dia Brasil (Rede Globo), que é um apaixonado pelo “esporte” e que não descarta a possibilidade de compor uma comissão técnica de uma outra modalidade que não seja o vôlei. No entanto, ele deixou claro que ainda segue muito motivado dentro das quadras.

Questionado sobre sua capacidade de obter o melhor desempenho dos seus comandados, Bernardinho afirmou que para conseguir isso é necessário que se esteja cercado pelas pessoas certas para desempenhar um trabalho de motivação. “A minha não é a melhor forma. É a minha forma”, disse.

Ele admitiu que não é importante ter os melhores jogadores, mas ter o melhor grupo e a melhor equipe. Bernardinho elogiou o “brilhantismo” do levantador e capitão Ricardinho; o entusiasmo em quadra do líbero Serginho ‘Escadinha’; e a “generosidade” do atacante Giba, classificado como um fenômeno.

Especificamente sobre a conquista do hexa da Liga Mundial, no último domingo, em Moscou, Bernardinho admitiu que a derrota para a Bulgária no início da fase final deu uma “chacoalhada” na equipe. Ele reconheceu que o problema do fuso horário – enfrentou dias antes a Finlândia, em Fortaleza – foi fundamental. Bernardinho também destacou a foca física e a ausência de responsabilidade dos búlgaros.

Desde que assumiu a seleção brasileira de vôlei masculino, Bernardinho disputou 17 torneios e conquistou a impressionante marca de 14 títulos. Dos seis ‘canecos’ brasileiros da Liga Mundial, cinco foram levantados por ele.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bernardinho admite compor comissão técnica em outro esporte

Do Diário OnLine

29/08/2006 | 08:07


O técnico da seleção brasileiro de vôlei masculino, Bernardinho, declarou nesta terça-feira, durante entrevista ao Bom Dia Brasil (Rede Globo), que é um apaixonado pelo “esporte” e que não descarta a possibilidade de compor uma comissão técnica de uma outra modalidade que não seja o vôlei. No entanto, ele deixou claro que ainda segue muito motivado dentro das quadras.

Questionado sobre sua capacidade de obter o melhor desempenho dos seus comandados, Bernardinho afirmou que para conseguir isso é necessário que se esteja cercado pelas pessoas certas para desempenhar um trabalho de motivação. “A minha não é a melhor forma. É a minha forma”, disse.

Ele admitiu que não é importante ter os melhores jogadores, mas ter o melhor grupo e a melhor equipe. Bernardinho elogiou o “brilhantismo” do levantador e capitão Ricardinho; o entusiasmo em quadra do líbero Serginho ‘Escadinha’; e a “generosidade” do atacante Giba, classificado como um fenômeno.

Especificamente sobre a conquista do hexa da Liga Mundial, no último domingo, em Moscou, Bernardinho admitiu que a derrota para a Bulgária no início da fase final deu uma “chacoalhada” na equipe. Ele reconheceu que o problema do fuso horário – enfrentou dias antes a Finlândia, em Fortaleza – foi fundamental. Bernardinho também destacou a foca física e a ausência de responsabilidade dos búlgaros.

Desde que assumiu a seleção brasileira de vôlei masculino, Bernardinho disputou 17 torneios e conquistou a impressionante marca de 14 títulos. Dos seis ‘canecos’ brasileiros da Liga Mundial, cinco foram levantados por ele.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;