Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Exames de covid de 13 ministros dão negativo



10/07/2020 | 07:17


Os 13 ministros que realizaram exames de diagnóstico após contato com o presidente Jair Bolsonaro, infectado pelo novo coronavírus, receberam resultados negativos. O presidente foi diagnosticado com a doença na terça-feira, 7, mas relatou que já sentia sintomas desde domingo, 5.

Segundo levantamento do Estadão, seis ministros fizeram apenas o teste rápido (sorológico), que encontra anticorpos para o vírus em amostras de sangue. Fora eles: os ministros Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Ernesto Araújo, Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), Wagner Rosário (CGU).

Guedes, que a exemplo do presidente faz parte do grupo de risco da doença - ele tem 70 anos - esteve com Bolsonaro ao menos sete vezes nos últimos 14 dias, período máximo de incubação do novo coronavírus até que o paciente comece a apresentar os sintomas. A mais recente foi na segunda-feira, 6, numa reunião no Palácio do Planalto, quando o presidente já apresentava sinais da doença.

Outras autoridades fizeram o teste do tipo RT-PCR, tido como "padrão ouro". Receberam resultado negativo, por este exame, os ministros Fábio Faria (Comunicações), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), Fernando Azevedo (Defesa) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional). José Levi Mello (Advocacia-Geral da União) e André Mendonça (Justiça) receberam resultados negativos em testes rápidos e RT-PCR.

Desinfecção

A Secretaria-Geral da Presidência afirma que intensificou a limpeza na sede do edifício desde o início da pandemia. Segundo a pasta, um processo de "desinfecção" é feito diariamente nas instalações. Ontem, uma equipe também foi ao Alvorada fazer uma desinfecção nas áreas comuns.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Exames de covid de 13 ministros dão negativo


10/07/2020 | 07:17


Os 13 ministros que realizaram exames de diagnóstico após contato com o presidente Jair Bolsonaro, infectado pelo novo coronavírus, receberam resultados negativos. O presidente foi diagnosticado com a doença na terça-feira, 7, mas relatou que já sentia sintomas desde domingo, 5.

Segundo levantamento do Estadão, seis ministros fizeram apenas o teste rápido (sorológico), que encontra anticorpos para o vírus em amostras de sangue. Fora eles: os ministros Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Ernesto Araújo, Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), Wagner Rosário (CGU).

Guedes, que a exemplo do presidente faz parte do grupo de risco da doença - ele tem 70 anos - esteve com Bolsonaro ao menos sete vezes nos últimos 14 dias, período máximo de incubação do novo coronavírus até que o paciente comece a apresentar os sintomas. A mais recente foi na segunda-feira, 6, numa reunião no Palácio do Planalto, quando o presidente já apresentava sinais da doença.

Outras autoridades fizeram o teste do tipo RT-PCR, tido como "padrão ouro". Receberam resultado negativo, por este exame, os ministros Fábio Faria (Comunicações), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), Fernando Azevedo (Defesa) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional). José Levi Mello (Advocacia-Geral da União) e André Mendonça (Justiça) receberam resultados negativos em testes rápidos e RT-PCR.

Desinfecção

A Secretaria-Geral da Presidência afirma que intensificou a limpeza na sede do edifício desde o início da pandemia. Segundo a pasta, um processo de "desinfecção" é feito diariamente nas instalações. Ontem, uma equipe também foi ao Alvorada fazer uma desinfecção nas áreas comuns.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;