Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doria recua, redivide Região Metropolitana e abre caminho para flexibilizar Grande ABC

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tucano também anunciou que o Programa Bom Prato, a partir de segunda-feira, será gratuito nas 59 unidades do Estado


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

29/05/2020 | 14:13


O governador do Estado, João Doria (PSDB), mudou a divisão de retomada gradual da economia em relação à Região Metropolitana. A decisão foi tomada, segundo ele, em concordância dos prefeitos dos 33 municípios que compõem o grupo - inclusive os do Grande ABC -, além dos respectivos secretários de Saúde. Essa alteração permite a região a projetar a reabertura da atividade comercial a partir da próxima semana, quando, de acordo com o governo paulista, haverá reavaliação dos critérios para estipular o afrouxamento ou não da quarentena. Entretanto, diferentemente da Capital, o Grande ABC não poderá retomar sua atividade econômica na segunda-feira.

Na quarta-feira, Doria anunciou o Plano São Paulo, que classifica em cinco o número de fases da flexibilização da quarentena. A Região Metropolitana por completo ficou na Fase 1, vermelha, na qual não há possibilidade de abertura do comércio. A Capital foi analisada de maneira apartada e ficou na Fase 2, laranja, e pode autorizar o funcionamento de alguns estabelecimentos como concessionárias e shoppings. Englobar os 38 municípios da Grande São Paulo em um único bloco e tratar a Capital de forma separada gerou revolta nos prefeitos.

Marco Vinholi (PSDB), secretário de Desenvolvimento Regional, que se encontrou ontem em reunião com os prefeitos do Grande ABC, explicou que foi conversado sobre a necessidade do aumento da capacidade hospitalar dessar regiões, além do controle das medidas de segurança para o controle do coronavírus. "Isso significa que tem de fazer trabalho com segurança para avançar para as próximas fases. O caminho está dado e vamos trabalhar em conjunto para superar e avançar nessas metas. Tem de ter muita responsabilidade para avançar." A iniciativa se deveu após pressão do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que ficou descontente com a decisão do Estado da região permanecer ainda na fase vermelha, sem previsão de reabertura.

A "retomada consciente", denominada assim pelo governador, compreende o período até 15 de junho. A decisão da flexibilização dos setores ficará agora a cargo das respectivas prefeituras. Nesta Fase 2 permanecem fechados espaços públicos, bares, restaurantes, salão, academia, teatro, cinema, eventos, escolas e transportes em capacidade total de frota.

Segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, o comitê que analisa a mudança de fases em determinadas regiões se reúne na quarta-feira para avaliar os índices. É neste dia que há perspectiva de alteração sobre o Grande ABC.

O tucano também anunciou que o Programa Bom Prato, a partir de segunda-feira, será gratuito. A iniciativa valerá para as 59 unidades de todo Estado e tem por objetivo atender, prioritariamente, os moradores de rua. "Nós ofereceremos alimentação gratuita entre os meses de junho e julho. E o programa está focado e continuará a atender as pessoas em situação de rua, de vulnerabilidade", diz o governador. O investimento será de R$ 2 milhões.

Célia Parnes, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, diz que 15 mil pessoas previamente cadastrada pelos municípios, receberão um cartão que poderão usar para essas refeições gratuitas por 60 dias - até 31 de julho. "Faremos mais anúncios em breve em razão do inverno que se aproxima", adianta.

Também foi informado novo protocolos de testagem no setor privado. O programa vai orientar os gestores das empresas quanto a prevenção e monitoramento da saúde de seus funcionários e colaboradores, além da segurança de seus clientes. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria recua, redivide Região Metropolitana e abre caminho para flexibilizar Grande ABC

Tucano também anunciou que o Programa Bom Prato, a partir de segunda-feira, será gratuito nas 59 unidades do Estado

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

29/05/2020 | 14:13


O governador do Estado, João Doria (PSDB), mudou a divisão de retomada gradual da economia em relação à Região Metropolitana. A decisão foi tomada, segundo ele, em concordância dos prefeitos dos 33 municípios que compõem o grupo - inclusive os do Grande ABC -, além dos respectivos secretários de Saúde. Essa alteração permite a região a projetar a reabertura da atividade comercial a partir da próxima semana, quando, de acordo com o governo paulista, haverá reavaliação dos critérios para estipular o afrouxamento ou não da quarentena. Entretanto, diferentemente da Capital, o Grande ABC não poderá retomar sua atividade econômica na segunda-feira.

Na quarta-feira, Doria anunciou o Plano São Paulo, que classifica em cinco o número de fases da flexibilização da quarentena. A Região Metropolitana por completo ficou na Fase 1, vermelha, na qual não há possibilidade de abertura do comércio. A Capital foi analisada de maneira apartada e ficou na Fase 2, laranja, e pode autorizar o funcionamento de alguns estabelecimentos como concessionárias e shoppings. Englobar os 38 municípios da Grande São Paulo em um único bloco e tratar a Capital de forma separada gerou revolta nos prefeitos.

Marco Vinholi (PSDB), secretário de Desenvolvimento Regional, que se encontrou ontem em reunião com os prefeitos do Grande ABC, explicou que foi conversado sobre a necessidade do aumento da capacidade hospitalar dessar regiões, além do controle das medidas de segurança para o controle do coronavírus. "Isso significa que tem de fazer trabalho com segurança para avançar para as próximas fases. O caminho está dado e vamos trabalhar em conjunto para superar e avançar nessas metas. Tem de ter muita responsabilidade para avançar." A iniciativa se deveu após pressão do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que ficou descontente com a decisão do Estado da região permanecer ainda na fase vermelha, sem previsão de reabertura.

A "retomada consciente", denominada assim pelo governador, compreende o período até 15 de junho. A decisão da flexibilização dos setores ficará agora a cargo das respectivas prefeituras. Nesta Fase 2 permanecem fechados espaços públicos, bares, restaurantes, salão, academia, teatro, cinema, eventos, escolas e transportes em capacidade total de frota.

Segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, o comitê que analisa a mudança de fases em determinadas regiões se reúne na quarta-feira para avaliar os índices. É neste dia que há perspectiva de alteração sobre o Grande ABC.

O tucano também anunciou que o Programa Bom Prato, a partir de segunda-feira, será gratuito. A iniciativa valerá para as 59 unidades de todo Estado e tem por objetivo atender, prioritariamente, os moradores de rua. "Nós ofereceremos alimentação gratuita entre os meses de junho e julho. E o programa está focado e continuará a atender as pessoas em situação de rua, de vulnerabilidade", diz o governador. O investimento será de R$ 2 milhões.

Célia Parnes, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, diz que 15 mil pessoas previamente cadastrada pelos municípios, receberão um cartão que poderão usar para essas refeições gratuitas por 60 dias - até 31 de julho. "Faremos mais anúncios em breve em razão do inverno que se aproxima", adianta.

Também foi informado novo protocolos de testagem no setor privado. O programa vai orientar os gestores das empresas quanto a prevenção e monitoramento da saúde de seus funcionários e colaboradores, além da segurança de seus clientes. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;