Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Os vencedores do Carnaval do Grande ABC... em 1981

O Carnaval de Rua do Grande ABC e seus participantes e campeões em todos os tempos


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

10/03/2011 | 00:00


"O resultado é computado, vale o número da papeleta de cada juiz, rei e rainha, ambos eleitos pelo voto indireto, para um curto reinado, para impor o decreto que vigora de sábado a terça-feira, que obriga a entrada de todos na Folia, a esquecer a vida agitada, as tramas, que é tempo bom de fantasia".

Guido Fidelis, "O Baticum reflui forte para animar a festa, mas o povo fica em silêncio": crônica publicada pelo Diário na terça-feira de Carnaval de 1981, 3 de março.

"Em bloco é permitido usar instrumentos de sopro, sempre viemos com uma orquestra atrás e vamos continuar assim".

Ney Duclos, presidente do bloco Dragões de Ouro, de São Bernardo, rebatendo críticas do Zulu, um dos blocos concorrentes.

*

O Carnaval de Rua do Grande ABC e seus participantes e campeões em todos os tempos. A Memória deve essa informação à coletividade. A cada ano, grandes disputas. A alegria dos vencedores, a tristeza - e choradeira - dos que perderam, a esperança de que tudo será melhor no próximo ano. Mas esses resultados, ano a ano, cidade a cidade, não são compilados. Reuni-los seria uma forma de homenagem aos nossos carnavalescos, de um Carnaval operário que aqui acontece há 100 anos - ou próximo disso, oficialmente ou não.

Reunimos hoje a lista dos participantes de 1981 - e lá se vão 30 anos...

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Terça-feira, 10 de março de 1981

Manchete - Governo não irá favorecer setor automobilístico

Editorial - Prefeitos erram, o povo paga sempre

Movimento Sindical - Cegonheiros iniciam campanha de protesto.

- Metalúrgicos reúnem-se para unificar campanha.

Ribeirão Pires - Divulgado o programa do 27° aniversário de emancipação.

Rio Grande da Serra - Delegacia de Polícia não tem sequer uma viatura.

Futebol - Pela Segunda Divisão de Acesso, a vitória dos três representantes do Grande ABC no domingo: no Estádio Bruno Daniel, Santo André 1, União de Santa Bárbara d'Oeste 0; no Estádio do Baetão, Aliança 3, Amparo 2; no Estádio Lauro Gomes, Saad 3, Nacional 2.

Polícia - Quatro mortes violentas no Grande ABC.

EM 10 DE MARÇO DE...

1951 - José Ferreira da Silva nasce em Açucena (MG). Líder metalúrgico. Vive em São Bernardo desde 19 de julho de 1968 e é vereador desde 1983 - o mais antigo da cidade.

1956 - Comércio de Santo André passa a encerrar as suas atividades às 13h do sábado, em função da Semana Inglesa aprovada pela Câmara Municipal e promulgada pelo prefeito Pedro Dell'Antonia.

1959 - Fundado o Esporte Clube Madureira, na Vila Baeta Neves, em São Bernardo.

1963 - Fundada a Sociedade Esportiva Corinthians, de Vila Alves Dias, em São Bernardo.

1971 - Começam a trafegar ônibus entre Santo André (sede) e Paranapiacaba (distrito).

Trabalhadores

Nasce em 10 de março:

1914 - José Apparecido Silva, de Bragança Paulista. Operário da Adri. Residia à Rua Rebelo Lobo, 4.

Fonte: 1º livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC.

MUNICÍPIOS PAULISTAS

* Eldorado. Elevado a município por lei provincial de 10-3-1842, quando se separa de Iguape.

Nome anterior: Xiririca. Referência: Caverna do Diabo.

* Ituverava. Elevado a município por lei provincial de 10-3-1885, quando se separa de Franca. Nome anterior: Nossa Senhora do Carmo.

* Monte Aprazível. Elevado a município em 1924, quando se separa de São José do Rio Preto.

SANTOS DO DIA

Os 40 mártires de Sebaste, Cipriano, Crescêncio, Dinis, Macário e Simplício.

São Macário foi bispo em Jerusalém e faleceu no ano 335.

Fontes: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2011; site: paulinas.org.br .

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ

Sofia Kolesnikovait, 90. Natural da Lituânia. Anteontem. Cemitério de Camilópolis.

Virma Marconi da Silva, 86. Natural de Jurucê (SP). Ontem. Cemitério Municipal de Cravinhos, Interior.

Mauro Pavan, 79. Natural de Valinhos. Ontem. Cemitério de Vila Pires.

Nicolaj Iwtchenko, 78. Natural da Polônia. Naturalizado brasileiro. Anteontem. Cemitério da Saudade, Vila Assunção.

Maximino da Costa Pereira, 70. Natural de Portugal. Ontem. Cemitério Curuçá.

SÃO BERNARDO

Pavel Chirnev, 92. Natural da Romênia. Anteontem em Diadema. Deixa a mulher dona Geni de Assis e dois filhos. Cemitério Jardim da Colina.

Alcides Alvarenga, 88. Natural do Rio de Janeiro (RJ). Anteontem, em Santo André. Cemitério Jardim da Colina.

Ana Raimunda Crispim, 86. Natural de Guaraciaba (MG). Anteontem, em Santo André. Cemitério dos Casa.

Kinzo Ogoshi, 80. Natural de Birigui (SP). Dia 7, em Diadema. Cemitério de Vila Paulicéia.

DIADEMA

Servalino Soares Rodrigues, 74. Natural de Diogo de Vasconcelos (MG). Dia 6. Cemitério Municipal.

Vicente Ferreira da Silva, 71. Natural de Belo Jardim (PE). Anteontem. Cemitério Municipal.

Raimnunda Firmino de Lima, 63. Natural de Teixeira (PB). Viúva. Anteontem. Cemitério Municipal.

Antonia Rosa de Lima Nogueira, 56. Natural de Jaguaribe (CE). Anteontem. Cemitério Vale da Paz.

Solange dos Santos, 36. Natural de Diadema. Dia 7. Cemitério Municipal.

OMAR CASSIM
(Barretos, SP, 6-7-1923 - São José do Rio Preto, SP, 8-3-2011)

O delegado Omar Cassim ocupou altos cargos na polícia paulista e tinha uma preocupação muito grande com o social. No sistema penitenciário introduziu uma espécie de poupança para garantir a sobrevivência dos presidiários após o cumprimento da pena. E sempre teve essa preocupação de reeducar e mostrar alternativas aos que se desviaram dos caminhos legais.

Formou-se advogado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco e veio para São Bernardo na segunda administração do prefeito Lauro Gomes, de quem foi um grande amigo, a exemplo da amizade que fez com as demais autoridades constituídas. Aqui vivia desde o início da década de 1960.

Atuou como delegado seccional, coordenador dos estabelecimentos penitenciários e foi diretor do Deic (Delegacia Estadual de Investigações Criminais). Ao se aposentar, dedicou-se à profissão de advogado.

"Ele foi um esposo, pai e avô muito amoroso, muito presente, muito família. Seus netos estão inconsoláveis", declarou ontem a filha Marilda.

Viúvo de Delly Ferreira Cassim, falecida há 12 anos, o casal teve quatro filhos, Omar Cassim Filho, Mauricio, Marilda e Marilia, a caçula, nascida em São Bernardo, e sete netos. Faleceu terça-feira, quando passava alguns dias no Interior, e foi sepultado ontem à tarde no Cemitério de Vila Euclides, em São Bernardo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Os vencedores do Carnaval do Grande ABC... em 1981

O Carnaval de Rua do Grande ABC e seus participantes e campeões em todos os tempos

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

10/03/2011 | 00:00


"O resultado é computado, vale o número da papeleta de cada juiz, rei e rainha, ambos eleitos pelo voto indireto, para um curto reinado, para impor o decreto que vigora de sábado a terça-feira, que obriga a entrada de todos na Folia, a esquecer a vida agitada, as tramas, que é tempo bom de fantasia".

Guido Fidelis, "O Baticum reflui forte para animar a festa, mas o povo fica em silêncio": crônica publicada pelo Diário na terça-feira de Carnaval de 1981, 3 de março.

"Em bloco é permitido usar instrumentos de sopro, sempre viemos com uma orquestra atrás e vamos continuar assim".

Ney Duclos, presidente do bloco Dragões de Ouro, de São Bernardo, rebatendo críticas do Zulu, um dos blocos concorrentes.

*

O Carnaval de Rua do Grande ABC e seus participantes e campeões em todos os tempos. A Memória deve essa informação à coletividade. A cada ano, grandes disputas. A alegria dos vencedores, a tristeza - e choradeira - dos que perderam, a esperança de que tudo será melhor no próximo ano. Mas esses resultados, ano a ano, cidade a cidade, não são compilados. Reuni-los seria uma forma de homenagem aos nossos carnavalescos, de um Carnaval operário que aqui acontece há 100 anos - ou próximo disso, oficialmente ou não.

Reunimos hoje a lista dos participantes de 1981 - e lá se vão 30 anos...

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Terça-feira, 10 de março de 1981

Manchete - Governo não irá favorecer setor automobilístico

Editorial - Prefeitos erram, o povo paga sempre

Movimento Sindical - Cegonheiros iniciam campanha de protesto.

- Metalúrgicos reúnem-se para unificar campanha.

Ribeirão Pires - Divulgado o programa do 27° aniversário de emancipação.

Rio Grande da Serra - Delegacia de Polícia não tem sequer uma viatura.

Futebol - Pela Segunda Divisão de Acesso, a vitória dos três representantes do Grande ABC no domingo: no Estádio Bruno Daniel, Santo André 1, União de Santa Bárbara d'Oeste 0; no Estádio do Baetão, Aliança 3, Amparo 2; no Estádio Lauro Gomes, Saad 3, Nacional 2.

Polícia - Quatro mortes violentas no Grande ABC.

EM 10 DE MARÇO DE...

1951 - José Ferreira da Silva nasce em Açucena (MG). Líder metalúrgico. Vive em São Bernardo desde 19 de julho de 1968 e é vereador desde 1983 - o mais antigo da cidade.

1956 - Comércio de Santo André passa a encerrar as suas atividades às 13h do sábado, em função da Semana Inglesa aprovada pela Câmara Municipal e promulgada pelo prefeito Pedro Dell'Antonia.

1959 - Fundado o Esporte Clube Madureira, na Vila Baeta Neves, em São Bernardo.

1963 - Fundada a Sociedade Esportiva Corinthians, de Vila Alves Dias, em São Bernardo.

1971 - Começam a trafegar ônibus entre Santo André (sede) e Paranapiacaba (distrito).

Trabalhadores

Nasce em 10 de março:

1914 - José Apparecido Silva, de Bragança Paulista. Operário da Adri. Residia à Rua Rebelo Lobo, 4.

Fonte: 1º livro geral de registro de associados do Sindicato dos Químicos do ABC.

MUNICÍPIOS PAULISTAS

* Eldorado. Elevado a município por lei provincial de 10-3-1842, quando se separa de Iguape.

Nome anterior: Xiririca. Referência: Caverna do Diabo.

* Ituverava. Elevado a município por lei provincial de 10-3-1885, quando se separa de Franca. Nome anterior: Nossa Senhora do Carmo.

* Monte Aprazível. Elevado a município em 1924, quando se separa de São José do Rio Preto.

SANTOS DO DIA

Os 40 mártires de Sebaste, Cipriano, Crescêncio, Dinis, Macário e Simplício.

São Macário foi bispo em Jerusalém e faleceu no ano 335.

Fontes: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2011; site: paulinas.org.br .

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ

Sofia Kolesnikovait, 90. Natural da Lituânia. Anteontem. Cemitério de Camilópolis.

Virma Marconi da Silva, 86. Natural de Jurucê (SP). Ontem. Cemitério Municipal de Cravinhos, Interior.

Mauro Pavan, 79. Natural de Valinhos. Ontem. Cemitério de Vila Pires.

Nicolaj Iwtchenko, 78. Natural da Polônia. Naturalizado brasileiro. Anteontem. Cemitério da Saudade, Vila Assunção.

Maximino da Costa Pereira, 70. Natural de Portugal. Ontem. Cemitério Curuçá.

SÃO BERNARDO

Pavel Chirnev, 92. Natural da Romênia. Anteontem em Diadema. Deixa a mulher dona Geni de Assis e dois filhos. Cemitério Jardim da Colina.

Alcides Alvarenga, 88. Natural do Rio de Janeiro (RJ). Anteontem, em Santo André. Cemitério Jardim da Colina.

Ana Raimunda Crispim, 86. Natural de Guaraciaba (MG). Anteontem, em Santo André. Cemitério dos Casa.

Kinzo Ogoshi, 80. Natural de Birigui (SP). Dia 7, em Diadema. Cemitério de Vila Paulicéia.

DIADEMA

Servalino Soares Rodrigues, 74. Natural de Diogo de Vasconcelos (MG). Dia 6. Cemitério Municipal.

Vicente Ferreira da Silva, 71. Natural de Belo Jardim (PE). Anteontem. Cemitério Municipal.

Raimnunda Firmino de Lima, 63. Natural de Teixeira (PB). Viúva. Anteontem. Cemitério Municipal.

Antonia Rosa de Lima Nogueira, 56. Natural de Jaguaribe (CE). Anteontem. Cemitério Vale da Paz.

Solange dos Santos, 36. Natural de Diadema. Dia 7. Cemitério Municipal.

OMAR CASSIM
(Barretos, SP, 6-7-1923 - São José do Rio Preto, SP, 8-3-2011)

O delegado Omar Cassim ocupou altos cargos na polícia paulista e tinha uma preocupação muito grande com o social. No sistema penitenciário introduziu uma espécie de poupança para garantir a sobrevivência dos presidiários após o cumprimento da pena. E sempre teve essa preocupação de reeducar e mostrar alternativas aos que se desviaram dos caminhos legais.

Formou-se advogado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco e veio para São Bernardo na segunda administração do prefeito Lauro Gomes, de quem foi um grande amigo, a exemplo da amizade que fez com as demais autoridades constituídas. Aqui vivia desde o início da década de 1960.

Atuou como delegado seccional, coordenador dos estabelecimentos penitenciários e foi diretor do Deic (Delegacia Estadual de Investigações Criminais). Ao se aposentar, dedicou-se à profissão de advogado.

"Ele foi um esposo, pai e avô muito amoroso, muito presente, muito família. Seus netos estão inconsoláveis", declarou ontem a filha Marilda.

Viúvo de Delly Ferreira Cassim, falecida há 12 anos, o casal teve quatro filhos, Omar Cassim Filho, Mauricio, Marilda e Marilia, a caçula, nascida em São Bernardo, e sete netos. Faleceu terça-feira, quando passava alguns dias no Interior, e foi sepultado ontem à tarde no Cemitério de Vila Euclides, em São Bernardo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;