Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PRP rejeita aliança com Bolsonaro nas eleições; general Heleno não será vice

Wilson Dias/ Agência Brasil  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/07/2018 | 11:49


O Partido Republicano Progressista (PRP) recusou nesta quarta-feira, 19, indicar o nome do general da reserva Augusto Heleno para a vaga de vice na chapa encabeçada pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) para a disputa à Presidência nas eleições 2018. No dia anterior, o parlamentar havia indicado que anunciaria Heleno como vice.

Sem o PRP, Bolsonaro pode optar por uma chapa puro-sangue com um nome do próprio PSL na vice. Há quatro nomes em discussão. Uma das saídas, segundo apurou a reportagem, seria a indicação da advogada Janaína Paschoal, filiada ao mesmo partido de Bolsonaro, como vice. Ela é uma das autoras do pedido do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff e estava cotada para disputar o governo paulista ou uma vaga na Câmara dos Deputados.

"O partido dele não quis aliança alegando compromissos regionais. Usaram um argumento Tim Maia: do tipo, ''me dê motivo''", disse o deputado major Olímpio, presidente do PSL-SP e integrante da cúpula nacional da pré-campanha de Bolsonaro.

Sobre os motivos, Olimpo usou uma frase dita pelo ex-presidente Jânio Quadros ao renunciar a Presidência da República em 1961: "Jânio chamava isso nos anos 60 de forças ocultas". Ele afirmou, ainda, que o PRP não interessava: "Nós queríamos a figura dele (do general). O PRP é indiferente para nós", disse.

A escolha de um vice virou um problema para Bolsonaro. O favorito dele para a vaga era o senador Magno Malta (PR-ES), mas as conversas foram encerradas após Malta rejeitar a proposta. Além da recusa de Malta, o PSL e o PR não chegaram a um acordo nas alianças regionais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PRP rejeita aliança com Bolsonaro nas eleições; general Heleno não será vice


18/07/2018 | 11:49


O Partido Republicano Progressista (PRP) recusou nesta quarta-feira, 19, indicar o nome do general da reserva Augusto Heleno para a vaga de vice na chapa encabeçada pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) para a disputa à Presidência nas eleições 2018. No dia anterior, o parlamentar havia indicado que anunciaria Heleno como vice.

Sem o PRP, Bolsonaro pode optar por uma chapa puro-sangue com um nome do próprio PSL na vice. Há quatro nomes em discussão. Uma das saídas, segundo apurou a reportagem, seria a indicação da advogada Janaína Paschoal, filiada ao mesmo partido de Bolsonaro, como vice. Ela é uma das autoras do pedido do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff e estava cotada para disputar o governo paulista ou uma vaga na Câmara dos Deputados.

"O partido dele não quis aliança alegando compromissos regionais. Usaram um argumento Tim Maia: do tipo, ''me dê motivo''", disse o deputado major Olímpio, presidente do PSL-SP e integrante da cúpula nacional da pré-campanha de Bolsonaro.

Sobre os motivos, Olimpo usou uma frase dita pelo ex-presidente Jânio Quadros ao renunciar a Presidência da República em 1961: "Jânio chamava isso nos anos 60 de forças ocultas". Ele afirmou, ainda, que o PRP não interessava: "Nós queríamos a figura dele (do general). O PRP é indiferente para nós", disse.

A escolha de um vice virou um problema para Bolsonaro. O favorito dele para a vaga era o senador Magno Malta (PR-ES), mas as conversas foram encerradas após Malta rejeitar a proposta. Além da recusa de Malta, o PSL e o PR não chegaram a um acordo nas alianças regionais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;