Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Acidentes deixam três
vítimas em Sto.André

Em ocorrências distintas, motociclista e um pedreiro
morreram e um caminhoneiro ficou gravemente ferido


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

24/07/2012 | 07:00


Dois homens morreram e um ficou gravemente ferido em três acidentes de trânsito registrados ontem em Santo André. Em outra ocorrência, dessa vez em São Bernardo, o condutor de um veículo passou mal e invadiu a praça de alimentação de um hipermercado. Por sorte, ninguém se feriu.

As duas vítimas fatais eram um motociclista e um pedreiro e os casos foram registrados pela manhã, na região central da cidade. Por volta das 6h, Alisson Azevedo de Souza, 18 anos, e um jovem de 16 tentaram roubar a moto do vigilante Josenildo Bezerra do Nascimento, 29, na Avenida Dom Pedro II. Ao se depararem com viatura da Polícia Militar, que fazia ronda pelo local, fugiram em alta velocidade.

Souza perdeu o controle da moto que pilotava durante a fuga, caiu e bateu a cabeça em um dos coqueiros do canteiro central da via. Sem capacete, morreu na hora. O menor sofreu pequenas escoriações, foi encaminhado ao Pronto-Socorro Central e, após receber alta médica, foi autuado em flagrante no 4º DP (Jardim) da cidade, sendo encaminhado à Fundação Casa de Mauá.

Mais tarde, por volta das 8h15, o pedreiro Gilmar Correia de Souza, 44, foi atropelado por um motoqueiro na altura do número 422 da Avenida Pereira Barreto. Arremessado ao canteiro central da via, também morreu na hora.

Segundo testemunhas, Correia atravessava a via com o farol aberto para os automóveis. O motoqueiro, Yussif Hazim Appas Filho, 24, ficou com a perna presa nas ferragens do veículo e foi arrastado por cerca de 50 metros. Ele está internado no Hospital Mario Covas, em Santo André, e seu estado de saúde é estável. "Ele não teve tempo de frear. Foi ao meu lado", disse o promotor de vendas Leandro Luís, 28, que testemunhou o acidente.

No fim da tarde, por volta das 16h40, foi a vez de um caminhoneiro sofrer grave acidente na Rua Itatiaia, no Jardim Santo Antônio. Ele visitava um amigo morador do local e arrumava a escada que dá acesso ao interior do caminhão quando o calço para o frear se soltou e o veículo, de porta aberta, o esmagou contra um poste na calçada.

Fernando, único nome da vítima fornecido pela polícia até o fechamento desta edição, quebrou o braço, sofreu fraturas profundas na costela, perdeu o baço e teve a barriga rasgada, ficando com as vísceras expostas.
"A cena foi forte", resumiu o pintor Aparício Ribeiro da Costa Júnior, 44. Vizinho do local do acidente, ele usou os ensinamentos da mulher, enfermeira, para estancar o ferimento e evitar tragédia ainda maior. "Na hora não tem nem como se chocar com a cena. Corri para ajudar", disse.

Apesar de consciente, Fernando precisou ser socorrido pelo helicóptero Águia da Polícia Militar e levado ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, na Zona Leste, onde seu estado permanecia grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

SÃO BERNARDO

Por volta das 12h40 de ontem, o motorista Valdir Rodrigues, 52 anos, perdeu os sentidos após sofrer convulsão enquanto deixava o estacionamento de um hipermercado na Via Anchieta, no bairro Paulicéia, em São Bernardo. Ele invadiu a praça de alimentação do local com seu Corsa prata, chocando-se com a parede de um boliche. Sem ferimentos, foi atendido no Pronto-Socorro Central da cidade e liberado no início da noite. (Colaborou Caroline Garcia)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acidentes deixam três
vítimas em Sto.André

Em ocorrências distintas, motociclista e um pedreiro
morreram e um caminhoneiro ficou gravemente ferido

Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

24/07/2012 | 07:00


Dois homens morreram e um ficou gravemente ferido em três acidentes de trânsito registrados ontem em Santo André. Em outra ocorrência, dessa vez em São Bernardo, o condutor de um veículo passou mal e invadiu a praça de alimentação de um hipermercado. Por sorte, ninguém se feriu.

As duas vítimas fatais eram um motociclista e um pedreiro e os casos foram registrados pela manhã, na região central da cidade. Por volta das 6h, Alisson Azevedo de Souza, 18 anos, e um jovem de 16 tentaram roubar a moto do vigilante Josenildo Bezerra do Nascimento, 29, na Avenida Dom Pedro II. Ao se depararem com viatura da Polícia Militar, que fazia ronda pelo local, fugiram em alta velocidade.

Souza perdeu o controle da moto que pilotava durante a fuga, caiu e bateu a cabeça em um dos coqueiros do canteiro central da via. Sem capacete, morreu na hora. O menor sofreu pequenas escoriações, foi encaminhado ao Pronto-Socorro Central e, após receber alta médica, foi autuado em flagrante no 4º DP (Jardim) da cidade, sendo encaminhado à Fundação Casa de Mauá.

Mais tarde, por volta das 8h15, o pedreiro Gilmar Correia de Souza, 44, foi atropelado por um motoqueiro na altura do número 422 da Avenida Pereira Barreto. Arremessado ao canteiro central da via, também morreu na hora.

Segundo testemunhas, Correia atravessava a via com o farol aberto para os automóveis. O motoqueiro, Yussif Hazim Appas Filho, 24, ficou com a perna presa nas ferragens do veículo e foi arrastado por cerca de 50 metros. Ele está internado no Hospital Mario Covas, em Santo André, e seu estado de saúde é estável. "Ele não teve tempo de frear. Foi ao meu lado", disse o promotor de vendas Leandro Luís, 28, que testemunhou o acidente.

No fim da tarde, por volta das 16h40, foi a vez de um caminhoneiro sofrer grave acidente na Rua Itatiaia, no Jardim Santo Antônio. Ele visitava um amigo morador do local e arrumava a escada que dá acesso ao interior do caminhão quando o calço para o frear se soltou e o veículo, de porta aberta, o esmagou contra um poste na calçada.

Fernando, único nome da vítima fornecido pela polícia até o fechamento desta edição, quebrou o braço, sofreu fraturas profundas na costela, perdeu o baço e teve a barriga rasgada, ficando com as vísceras expostas.
"A cena foi forte", resumiu o pintor Aparício Ribeiro da Costa Júnior, 44. Vizinho do local do acidente, ele usou os ensinamentos da mulher, enfermeira, para estancar o ferimento e evitar tragédia ainda maior. "Na hora não tem nem como se chocar com a cena. Corri para ajudar", disse.

Apesar de consciente, Fernando precisou ser socorrido pelo helicóptero Águia da Polícia Militar e levado ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, na Zona Leste, onde seu estado permanecia grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

SÃO BERNARDO

Por volta das 12h40 de ontem, o motorista Valdir Rodrigues, 52 anos, perdeu os sentidos após sofrer convulsão enquanto deixava o estacionamento de um hipermercado na Via Anchieta, no bairro Paulicéia, em São Bernardo. Ele invadiu a praça de alimentação do local com seu Corsa prata, chocando-se com a parede de um boliche. Sem ferimentos, foi atendido no Pronto-Socorro Central da cidade e liberado no início da noite. (Colaborou Caroline Garcia)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;