Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

UNE quer inclusão de jovens nas decisões da UFABC


Antonio Rogério Cazzali
Do Diário do Grande ABC

12/07/2004 | 21:01


O presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), Gustavo Petta, 23 anos, defende que a criação da UFABC (Fundação Universidade Federal do ABC) leve em conta o perfil dos jovens da região. “Não se pode pensar em política do primeiro emprego desvinculada da política educacional voltada para a juventude, assim como da política cultural”, afirmou. Ele disse que levará ao Ministério da Educação um pedido de inclusão dos jovens do Grande ABC na elaboração do modelo da UFABC.

O projeto de lei que cria a universidade foi encaminhado na semana passada ao Congresso Nacional, mas deve passar pelas três comissões necessárias – educação, constituição e justiça e finanças e orçamento – só a partir de agosto, quando termina o recesso parlamentar. Depois de passar pelo Congresso, deve seguir ainda ao Senado e, mais tarde ser sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para que as aulas tenham início no ano que vem é necessário que o projeto passe por todos os trâmites até outubro.

Petta disse que a universidade tem de ser criada “com o sentimento de ser o mais democrática possível”, seja na articulação de como será seu funcionamento interno até como em suas políticas de acesso. “Vamos levar ao Ministério da Educação uma reivindicação que seja, aqui no ABC, formada por uma grande comissão de estudantes que venham a discutir o que deve ser a universidade”, disse.

Os estudantes poderão ter vez durante as audiências públicas que devem ser realizadas durante o mês de agosto nas sete câmaras municipais. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que centraliza as discussões da formatação da universidade, deve marcar para o próximo mês as audiências públicas. Durante esses eventos, poderão participar todos os segmentos interessados em debater o perfil da universidade a ser instalada na região.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

UNE quer inclusão de jovens nas decisões da UFABC

Antonio Rogério Cazzali
Do Diário do Grande ABC

12/07/2004 | 21:01


O presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), Gustavo Petta, 23 anos, defende que a criação da UFABC (Fundação Universidade Federal do ABC) leve em conta o perfil dos jovens da região. “Não se pode pensar em política do primeiro emprego desvinculada da política educacional voltada para a juventude, assim como da política cultural”, afirmou. Ele disse que levará ao Ministério da Educação um pedido de inclusão dos jovens do Grande ABC na elaboração do modelo da UFABC.

O projeto de lei que cria a universidade foi encaminhado na semana passada ao Congresso Nacional, mas deve passar pelas três comissões necessárias – educação, constituição e justiça e finanças e orçamento – só a partir de agosto, quando termina o recesso parlamentar. Depois de passar pelo Congresso, deve seguir ainda ao Senado e, mais tarde ser sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para que as aulas tenham início no ano que vem é necessário que o projeto passe por todos os trâmites até outubro.

Petta disse que a universidade tem de ser criada “com o sentimento de ser o mais democrática possível”, seja na articulação de como será seu funcionamento interno até como em suas políticas de acesso. “Vamos levar ao Ministério da Educação uma reivindicação que seja, aqui no ABC, formada por uma grande comissão de estudantes que venham a discutir o que deve ser a universidade”, disse.

Os estudantes poderão ter vez durante as audiências públicas que devem ser realizadas durante o mês de agosto nas sete câmaras municipais. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que centraliza as discussões da formatação da universidade, deve marcar para o próximo mês as audiências públicas. Durante esses eventos, poderão participar todos os segmentos interessados em debater o perfil da universidade a ser instalada na região.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;