Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Autoridades sul-coreanas inspecionam seita raeliana


Da AFP

30/12/2002 | 08:32


A Justiça sul-coreana informou nesta segunda-feira que efetuou uma intervenção nas instalações da seita dos raelianos no país, cujos dirigentes afirmaram na semana passada, nos Estados Unidos, que tinham conseguido realizar a primeira clonagem de um ser humano.

As autoridades declararam que tentavam comprovar a possível implicação dos raelianos da Coréia do Sul na controvertida experiência, e proibiram os dirigentes sul-coreanos da seita de abandonar o país.

A filial sul-coreana da Clonaid, BioFusion Tech Inc., situada na cidade de Daegu, está sendo investigada desde julho passado. Na época, seus dirigentes tinham declarado que três sul-coreanas estavam participando de uma experiência de clonagem humana e que uma delas estava grávida de um feto clonado.

A Clonaid provocou uma polêmica no mundo inteiro ao anunciar na semana passada o nascimento do bebê que garante ser o primeiro ser humano clonado, uma menina chamada Eva.

O movimento dos raelianos foi fundado em 1975 pelo ex-jornalista francês Claude Vorilhon, que se autodenomina "Rael". Ele assegura que a vida humana na Terra surgiu graças aos extraterrestres que chegaram em discos voadores há 25 mil anos e criaram os homens graças a técnicas de clonagem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Autoridades sul-coreanas inspecionam seita raeliana

Da AFP

30/12/2002 | 08:32


A Justiça sul-coreana informou nesta segunda-feira que efetuou uma intervenção nas instalações da seita dos raelianos no país, cujos dirigentes afirmaram na semana passada, nos Estados Unidos, que tinham conseguido realizar a primeira clonagem de um ser humano.

As autoridades declararam que tentavam comprovar a possível implicação dos raelianos da Coréia do Sul na controvertida experiência, e proibiram os dirigentes sul-coreanos da seita de abandonar o país.

A filial sul-coreana da Clonaid, BioFusion Tech Inc., situada na cidade de Daegu, está sendo investigada desde julho passado. Na época, seus dirigentes tinham declarado que três sul-coreanas estavam participando de uma experiência de clonagem humana e que uma delas estava grávida de um feto clonado.

A Clonaid provocou uma polêmica no mundo inteiro ao anunciar na semana passada o nascimento do bebê que garante ser o primeiro ser humano clonado, uma menina chamada Eva.

O movimento dos raelianos foi fundado em 1975 pelo ex-jornalista francês Claude Vorilhon, que se autodenomina "Rael". Ele assegura que a vida humana na Terra surgiu graças aos extraterrestres que chegaram em discos voadores há 25 mil anos e criaram os homens graças a técnicas de clonagem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;