Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André prevê parada dura contra Oeste no Brunão

Marina Brandão/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Treinador e jogadores afirmam que adversário será o mais difícil em comparação àqueles que o Ramalhão enfrentou no Campeonato Paulista da Série A-2; titulares serão mantidos


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/02/2015 | 07:00


O Santo André projeta ter hoje, às 10h, no Bruno Daniel, o compromisso mais difícil até agora no Campeonato Paulista da Série A-2. O Ramalhão entra em campo para encarar o Oeste, oitavo colocado, com oito pontos, dois abaixo do time andreense, que está em quarto.

Na visão do técnico Ivan Izzo, são diversos os motivos que qualificam o adversário. “É equipe de Série B de Brasileiro, que tem histórico, muito qualificada. Será jogo extremamente difícil e temos de estar atentos e concentrados se quisermos vencer. Estamos conscientes do que podemos fazer no jogo e espero estar numa grande manhã, que faça bom jogo e tenha bom resultado”, avaliou ele.

A fala do treinador, inclusive, ganha força na do lateral-direito Jean. “De todos os que enfrentamos deve ser o mais forte. Mas, em casa, temos de ir para cima, independentemente de como vão se comportar.”

Ivan Izzo deve manter o time que atuou nas duas últimas rodadas e venceu Paulista e Batatais (ambos por 2 a 0). E o comandante celebra tal situação. “A evolução vai acontecendo naturalmente. Fico feliz que a gente está se encontrando dentro da competição. Os últimos jogos nos deram retorno muito grande e agora temos de evoluir e crescer. Quando se existe conjunto, a tendência da evolução é maior e melhor”, disse.

Já pelo lado da equipe de Itápolis, o técnico Roberto Cavalo não deve contar com lateral Zeca, lesionado. O zagueiro João Paulo, ex-Santo André, pode ser improvisado no setor.

Defesa é o melhor ataque, diz agora lateral-direito Jean

Até agora no Campeonato Paulista da Série A-2 o Santo André sofreu cinco gols em cinco partidas. Apesar da média ser de um por jogo, quatro foram apenas na estreia contra o Água Santa, enquanto o outro foi para o União Barbarense. Por isso, em três compromissos a defesa não foi vazada, fato celebrado pelo lateral-direito Jean, ex-volante e cada vez mais firme na nova posição.

“A defesa é o melhor ataque. Está se portando bem, o que dá sustentação aos atacantes. Estamos tentando fazer o melhor na nossa linha e vamos esperar que lá na frente correspondam também”, disse Jean, que falou sobre a troca de posição. “Ainda estava em dúvida no ano passado, na Copa Paulista, mas agora é definitivo. Coloquei na minha cabeça que sou lateral e tenho de focar nisso.”

Marcinho Guerreiro e Rômulo projetam acesso no Ramalhão

Dois últimos jogadores a chegar e a serem inscritos pelo Santo André na Série A-2, o volante Marcinho Guerreiro, 34 anos, e o atacante Rômulo, 24, foram apresentados ontem com discurso de que farão de tudo para que o Ramalhão alcance o acesso à elite estadual. O defensor, inclusive, espera que o time não cometa os erros de 2014, quando ele também defendeu a camisa andreense e não subiu por um ponto.

“Faltaram alguns detalhes, mas espero retornar com a mesma vontade de 2014, quando joguei 18 dos 19 jogos”, destacou Marcinho. “Sempre por onde passei tentei fazer meu melhor, espero estar bem e quando tiver oportunidades fazer gols para ajudar o Santo André”, emendou Rômulo.

A dupla não está relacionada para o jogo de hoje.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André prevê parada dura contra Oeste no Brunão

Treinador e jogadores afirmam que adversário será o mais difícil em comparação àqueles que o Ramalhão enfrentou no Campeonato Paulista da Série A-2; titulares serão mantidos

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/02/2015 | 07:00


O Santo André projeta ter hoje, às 10h, no Bruno Daniel, o compromisso mais difícil até agora no Campeonato Paulista da Série A-2. O Ramalhão entra em campo para encarar o Oeste, oitavo colocado, com oito pontos, dois abaixo do time andreense, que está em quarto.

Na visão do técnico Ivan Izzo, são diversos os motivos que qualificam o adversário. “É equipe de Série B de Brasileiro, que tem histórico, muito qualificada. Será jogo extremamente difícil e temos de estar atentos e concentrados se quisermos vencer. Estamos conscientes do que podemos fazer no jogo e espero estar numa grande manhã, que faça bom jogo e tenha bom resultado”, avaliou ele.

A fala do treinador, inclusive, ganha força na do lateral-direito Jean. “De todos os que enfrentamos deve ser o mais forte. Mas, em casa, temos de ir para cima, independentemente de como vão se comportar.”

Ivan Izzo deve manter o time que atuou nas duas últimas rodadas e venceu Paulista e Batatais (ambos por 2 a 0). E o comandante celebra tal situação. “A evolução vai acontecendo naturalmente. Fico feliz que a gente está se encontrando dentro da competição. Os últimos jogos nos deram retorno muito grande e agora temos de evoluir e crescer. Quando se existe conjunto, a tendência da evolução é maior e melhor”, disse.

Já pelo lado da equipe de Itápolis, o técnico Roberto Cavalo não deve contar com lateral Zeca, lesionado. O zagueiro João Paulo, ex-Santo André, pode ser improvisado no setor.

Defesa é o melhor ataque, diz agora lateral-direito Jean

Até agora no Campeonato Paulista da Série A-2 o Santo André sofreu cinco gols em cinco partidas. Apesar da média ser de um por jogo, quatro foram apenas na estreia contra o Água Santa, enquanto o outro foi para o União Barbarense. Por isso, em três compromissos a defesa não foi vazada, fato celebrado pelo lateral-direito Jean, ex-volante e cada vez mais firme na nova posição.

“A defesa é o melhor ataque. Está se portando bem, o que dá sustentação aos atacantes. Estamos tentando fazer o melhor na nossa linha e vamos esperar que lá na frente correspondam também”, disse Jean, que falou sobre a troca de posição. “Ainda estava em dúvida no ano passado, na Copa Paulista, mas agora é definitivo. Coloquei na minha cabeça que sou lateral e tenho de focar nisso.”

Marcinho Guerreiro e Rômulo projetam acesso no Ramalhão

Dois últimos jogadores a chegar e a serem inscritos pelo Santo André na Série A-2, o volante Marcinho Guerreiro, 34 anos, e o atacante Rômulo, 24, foram apresentados ontem com discurso de que farão de tudo para que o Ramalhão alcance o acesso à elite estadual. O defensor, inclusive, espera que o time não cometa os erros de 2014, quando ele também defendeu a camisa andreense e não subiu por um ponto.

“Faltaram alguns detalhes, mas espero retornar com a mesma vontade de 2014, quando joguei 18 dos 19 jogos”, destacou Marcinho. “Sempre por onde passei tentei fazer meu melhor, espero estar bem e quando tiver oportunidades fazer gols para ajudar o Santo André”, emendou Rômulo.

A dupla não está relacionada para o jogo de hoje.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;