Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil terá fábrica de carros elétricos, afirma Eike Batista


Da ABr

16/09/2010 | 07:04


O País terá uma frota de veículos elétricos nacionais circulando pelas ruas em 2014. O anúncio foi feito pelo empresário Eike Batista. A planta será construída ao lado do Super Porto do Açu, em São João da Barra, no norte fluminense, a um custo inicial de US$ 1 bilhão.

Eike afirma que vai buscar financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e ressalta que a composição acionária da nova empresa será majoritariamente brasileira.

A produção inicial será de 100 mil veículos, totalmente movidos por baterias elétricas, com tecnologia japonesa e europeia. Eike estima que, há espaço no mercado brasileiro para nova fábrica de veículos.

"A gente está enxergando que, nos próximos dez anos, o Brasil vai consumir 8 milhões de automóveis por ano. Então, tem espaço para gente nova, tem espaço para a indústria nacional. Vai ser uma empresa nacional, com know-how estrangeiro", diz.

Segundo ele, as baterias serão de tecnologia japonesa e o restante do veículo terá concepção e design europeu e brasileiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil terá fábrica de carros elétricos, afirma Eike Batista

Da ABr

16/09/2010 | 07:04


O País terá uma frota de veículos elétricos nacionais circulando pelas ruas em 2014. O anúncio foi feito pelo empresário Eike Batista. A planta será construída ao lado do Super Porto do Açu, em São João da Barra, no norte fluminense, a um custo inicial de US$ 1 bilhão.

Eike afirma que vai buscar financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e ressalta que a composição acionária da nova empresa será majoritariamente brasileira.

A produção inicial será de 100 mil veículos, totalmente movidos por baterias elétricas, com tecnologia japonesa e europeia. Eike estima que, há espaço no mercado brasileiro para nova fábrica de veículos.

"A gente está enxergando que, nos próximos dez anos, o Brasil vai consumir 8 milhões de automóveis por ano. Então, tem espaço para gente nova, tem espaço para a indústria nacional. Vai ser uma empresa nacional, com know-how estrangeiro", diz.

Segundo ele, as baterias serão de tecnologia japonesa e o restante do veículo terá concepção e design europeu e brasileiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;