Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

SP, MG e PR disputam fábrica da Embraer


Do Diário do Grande ABC

16/06/2000 | 10:30


A Embraer admitiu nesta sexta-feira, em nota oficial, que está analisando possíveis alternativas de localidade nos Estados de Sao Paulo, Minas Gerais e Paraná, para a instalaçao de uma nova fábrica com uma pista de provas. A fábrica deve exigir investimentos de cerca de US$ 150 milhoes ao longo de cinco anos e deverá gerar três mil empregos. A Embraer diz, no final da nota, que " tao logo estejam concluídos os estudos será divulgada a decisao".

Na nota oficial, a Embraer informa ainda que "Para atender às necessidades do mercado, tornou-se necessário ampliar sua área industrial, e, tendo em vista que a planta de Sao José dos Campos está com sua capacidade de expansao praticamente esgotada, a Embraer tem planos para a construçao de uma nova unidade".

Confira a íntegra da nota da Embraer:

"A Embraer - Empresa Brasileira de Aeronáutica S/A - é hoje uma empresa global, com um volume de contratos em carteira de cerca de US$ 21 bilhoes, dos quais US$ 8,6 bilhoes sao encomendas firmes e US$ 12,4 bilhoes sao opçoes. Seus produtos estao presentes nos 5 continentes, sendo que no segmento de jatos regionais, em que desponta a família do ERJ 145, ERJ 140 e ERJ 135, para 50, 44 e 37 passageiros, respectivamente, ocupa posiçao de liderança no mercado, com mais de 1.350 unidades comercializadas de seus diferentes modelos de aeronaves, tornando-se ao mesmo tempo a maior exportadora do Brasil.

Uma nova família de jatos regionais para 70, 98 e 108 passageiros que receberam a designaçao de ERJ 170, ERJ 190-100 e ERJ 190-200, respectivamente, encontra-se em desenvolvimento e já conta com um total de 325 unidades vendidas, entre pedidos firmes e opçoes. A primeira entrega do ERJ 170 está prevista para fins de 2002.

No que diz respeito ao Mercado de Defesa, a Embraer está desenvolvendo os seguintes avioes: EMB 145 AEW&C (alerta aéreo antecipado), EMB 145 RS (sensoreamento remoto) e EMB 145 MP (patrulha marítima), todos baseados na plataforma do jato regional ERJ 145, além do Super Tucano e do seu modelo de ataque leve, o ALX, e do AMX-T, versao atualizada do AMX.

Para atender às necessidades do mercado, tornou-se necessário ampliar sua área industrial, e, tendo em vista que a planta de Sao José dos Campos está com sua capacidade de expansao praticamente esgotada, a Embraer tem planos para a construçao de uma nova unidade.

A Empresa está analisando possíveis alternativas de localidades nos Estados de Sao Paulo, Minas Gerais e Paraná, devendo investir cerca de US$ 150 milhoes ao longo dos próximos 5 anos nesse novo projeto que deverá gerar ao final desse período cerca de 3 mil empregos. Tao logo estejam concluídos esse estudos a Embraer divulgará a sua decisao".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

SP, MG e PR disputam fábrica da Embraer

Do Diário do Grande ABC

16/06/2000 | 10:30


A Embraer admitiu nesta sexta-feira, em nota oficial, que está analisando possíveis alternativas de localidade nos Estados de Sao Paulo, Minas Gerais e Paraná, para a instalaçao de uma nova fábrica com uma pista de provas. A fábrica deve exigir investimentos de cerca de US$ 150 milhoes ao longo de cinco anos e deverá gerar três mil empregos. A Embraer diz, no final da nota, que " tao logo estejam concluídos os estudos será divulgada a decisao".

Na nota oficial, a Embraer informa ainda que "Para atender às necessidades do mercado, tornou-se necessário ampliar sua área industrial, e, tendo em vista que a planta de Sao José dos Campos está com sua capacidade de expansao praticamente esgotada, a Embraer tem planos para a construçao de uma nova unidade".

Confira a íntegra da nota da Embraer:

"A Embraer - Empresa Brasileira de Aeronáutica S/A - é hoje uma empresa global, com um volume de contratos em carteira de cerca de US$ 21 bilhoes, dos quais US$ 8,6 bilhoes sao encomendas firmes e US$ 12,4 bilhoes sao opçoes. Seus produtos estao presentes nos 5 continentes, sendo que no segmento de jatos regionais, em que desponta a família do ERJ 145, ERJ 140 e ERJ 135, para 50, 44 e 37 passageiros, respectivamente, ocupa posiçao de liderança no mercado, com mais de 1.350 unidades comercializadas de seus diferentes modelos de aeronaves, tornando-se ao mesmo tempo a maior exportadora do Brasil.

Uma nova família de jatos regionais para 70, 98 e 108 passageiros que receberam a designaçao de ERJ 170, ERJ 190-100 e ERJ 190-200, respectivamente, encontra-se em desenvolvimento e já conta com um total de 325 unidades vendidas, entre pedidos firmes e opçoes. A primeira entrega do ERJ 170 está prevista para fins de 2002.

No que diz respeito ao Mercado de Defesa, a Embraer está desenvolvendo os seguintes avioes: EMB 145 AEW&C (alerta aéreo antecipado), EMB 145 RS (sensoreamento remoto) e EMB 145 MP (patrulha marítima), todos baseados na plataforma do jato regional ERJ 145, além do Super Tucano e do seu modelo de ataque leve, o ALX, e do AMX-T, versao atualizada do AMX.

Para atender às necessidades do mercado, tornou-se necessário ampliar sua área industrial, e, tendo em vista que a planta de Sao José dos Campos está com sua capacidade de expansao praticamente esgotada, a Embraer tem planos para a construçao de uma nova unidade.

A Empresa está analisando possíveis alternativas de localidades nos Estados de Sao Paulo, Minas Gerais e Paraná, devendo investir cerca de US$ 150 milhoes ao longo dos próximos 5 anos nesse novo projeto que deverá gerar ao final desse período cerca de 3 mil empregos. Tao logo estejam concluídos esse estudos a Embraer divulgará a sua decisao".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;