Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PTB adota a CGT para disputar eleitores na região


Alexssander Soares
Do Diário do Grande ABC

07/09/2003 | 19:43


O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) vai usar a força da CGT (Confederação Geral dos Trabalhadores) para entrar na disputa eleitoral do Grande ABC. O partido vai procurar reforçar sua bandeira trabalhista na região para impedir a polarização político-sindical entre o PT, com o apoio da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e o PDT, com o apoio da Força Sindical.

O líder do PTB no Estado, deputado Campos Machado, contará com a figura do presidente nacional da CGT, Antonio Carlos dos Reis, o Salim, filiado à legenda, para impulsionar os candidatos petebistas a prefeito no Grande ABC. “Não seremos coadjuvantes na região. A idéia é evitar a polarização entre CUT e Força Sindical na eleição do Grande ABC, e muito menos deixar a disputa dividida entre PT e PSDB”, disse Machado.

O líder petebista no Estado afirmou que a CGT – considerado seu braço sindical no partido – irá partir para o contra-ataque à CUT e a Força Sindical buscando atrair sindicatos da região para o sindicato trabalhista. “Estamos conversando com aproximadamente 10 sindicatos do Grande ABC para se filiarem à CGT. O Paulinho (Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical e presidente estadual do PDT) é meu grande amigo, mas não vamos deixar a eleição da região polarizada entre seu sindicato e a CUT”, afirma Machado, que espera anunciar a filiação dos novos sindicatos até o mês de novembro.

Em visita ao PDT de Santo André, Paulinho disse que a Força Sindical vai apoiar todos os candidatos a prefeito do PDT na região, buscando ocupar espaço político no berço do PT e da CUT.

Lideranças – Campos Machado reafirmou o apoio da CGT ao pré-candidato petebista a prefeito de Santo André, Duílio Pisaneschi. “Estamos apostando todas as fichas na eleição do Duílio. Inclusive, vamos inaugurar o movimento das mulheres e dos jovens no PTB da cidade.”

O PTB também convidou o ex-prefeito de Mauá Leonel Damo, atualmente no PV, para disputar a Prefeitura local. Damo também é sondado pelo PSDB. “Se ele quiser vir para o nosso partido, será nosso candidato a prefeito”, diz Machado.

Em São Caetano, o líder petebista defende a candidatura de Nairo Ferreira de Souza, diretor municipal de Planejamento e presidente da A.D. São Caetano. “Reconheço a grande liderança do prefeito Luiz Tortorello, ex-filiado ao PTB. Mas, temos condições de apoiar e ganhar a eleição apoiando o Nairo.”

O líder petebista só não admite lançar candidato próprio em São Bernardo, onde defende o apoio ao atual prefeito, Willian Dib (PSB), candidato à reeleição. “Mas, temos condições de trabalhar um nome para ser o seu vice.”

Além da força sindical do CGT, o PTB também espera impulsionar seus candidatos a prefeito na região com o apoio dos evangélicos. “Já filiamos 1.560 pastores evangélicos, e temos o apoio da Igreja Quadrangular, com 7 mil igrejas no país, para os nossos candidatos”, afirmou Machado.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;