Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ladrão motoqueiro assalta 4 mulheres em São Bernardo


Bruno Ribeiro
Especial para o Diário

22/09/2005 | 08:29


Um mesmo homem realizou quatro assaltos e uma tentativa de estupro entre 6h e 7h da manhã de quarta-feira no Parque Anchieta, em São Bernardo. O assaltante agiu sozinho. Chegou e fugiu numa motocicleta. Usava capacete e portava uma pistola cromada.

Os crimes aconteceram na rua Manoel Hernandes Lopes, travessa da via Anchieta, próximo ao Km 18 na pista sentido capital. Suas vítimas foram quatro moças. Três delas esperavam no local ônibus fretados que as levam para o serviço todos os dias. A quarta vítima havia acabado de descer de um ônibus de linha, a caminho da casa onde trabalha, próximo dali.

Duas das jovens estavam juntas à espera da condução quando viram – a certa distância – uma terceira moça ser assaltada pelo motoqueiro na mesma rua. Após pegar a bolsa da vítima ele fugiu. Eram 6h15. Não podiam crer que o assaltante voltaria a agir contra elas minutos depois. O motoqueiro anunciou o assalto e pediu as bolsas das duas e seus celulares. E novamente fugiu.

A quarta vítima, a jovem K.N.B., caminhava pela rua Manoel Hernandes Lopes a caminho do trabalho, por volta das 7h. Estava sozinha.

De novo o motoqueiro voltou a agir. Ao abordá-la, exigiu que ela tirasse a blusa. E começou a apalpá-la, segundo a moça contou aos policiais do 2º Distrito Policial, onde os crimes foram registrados. Em seguida, pegou a bolsa que ela carregava e disse que queria seu endereço "para terminar o que começou". A bolsa de K. foi encontrada mais tarde no terminal metropolitano Piraporinha, em Diadema.

A última jovem atacada foi a única que conseguiu descrever algumas características do assaltante. Segundo ela, o homem é branco, tem cabelos castanhos e ondulados e cicatriz de espinha no lado esquerdo do rosto. A vítima tentará reconhecê-lo em fotos de suspeitos no 1º Distrito Policial da cidade.

Até quarta-feira à noite, a polícia não havia encontrado nenhum suspeito de praticar os assaltos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ladrão motoqueiro assalta 4 mulheres em São Bernardo

Bruno Ribeiro
Especial para o Diário

22/09/2005 | 08:29


Um mesmo homem realizou quatro assaltos e uma tentativa de estupro entre 6h e 7h da manhã de quarta-feira no Parque Anchieta, em São Bernardo. O assaltante agiu sozinho. Chegou e fugiu numa motocicleta. Usava capacete e portava uma pistola cromada.

Os crimes aconteceram na rua Manoel Hernandes Lopes, travessa da via Anchieta, próximo ao Km 18 na pista sentido capital. Suas vítimas foram quatro moças. Três delas esperavam no local ônibus fretados que as levam para o serviço todos os dias. A quarta vítima havia acabado de descer de um ônibus de linha, a caminho da casa onde trabalha, próximo dali.

Duas das jovens estavam juntas à espera da condução quando viram – a certa distância – uma terceira moça ser assaltada pelo motoqueiro na mesma rua. Após pegar a bolsa da vítima ele fugiu. Eram 6h15. Não podiam crer que o assaltante voltaria a agir contra elas minutos depois. O motoqueiro anunciou o assalto e pediu as bolsas das duas e seus celulares. E novamente fugiu.

A quarta vítima, a jovem K.N.B., caminhava pela rua Manoel Hernandes Lopes a caminho do trabalho, por volta das 7h. Estava sozinha.

De novo o motoqueiro voltou a agir. Ao abordá-la, exigiu que ela tirasse a blusa. E começou a apalpá-la, segundo a moça contou aos policiais do 2º Distrito Policial, onde os crimes foram registrados. Em seguida, pegou a bolsa que ela carregava e disse que queria seu endereço "para terminar o que começou". A bolsa de K. foi encontrada mais tarde no terminal metropolitano Piraporinha, em Diadema.

A última jovem atacada foi a única que conseguiu descrever algumas características do assaltante. Segundo ela, o homem é branco, tem cabelos castanhos e ondulados e cicatriz de espinha no lado esquerdo do rosto. A vítima tentará reconhecê-lo em fotos de suspeitos no 1º Distrito Policial da cidade.

Até quarta-feira à noite, a polícia não havia encontrado nenhum suspeito de praticar os assaltos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;