Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Testemunha de Claudinho, Carla falta a 3 depoimentos

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Tossato

27/11/2021 | 05:00


Arrolada como testemunha de defesa do prefeito de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira (PSDB), a deputada estadual Carla Morando (PSDB), com base em São Bernardo, já faltou em três oportunidades para depor em favor do chefe do Executivo. A última foi no dia 24 de novembro.

Em uma de suas alegações para a ausência, a parlamentar declarou que estava preocupada com as prévias do PSDB, que iniciou no domingo e que acabou se tornando um fiasco – será retomada hoje. Em documento enviado a uma das comissões processantes, Carla confirma que as falhas na eleição interna do partido a fizeram se ausentar do depoimento.

“Como é de conhecimento geral, amplamente noticiado pela mídia nacional, na data de 21 de novembro de 2021, durante as prévias presidenciais do PSDB, o aplicativo de votação apresentou instabilidade, impossibilitando a ultimação da mesma”, declarou a deputada em documento enviado ao vereador Claudinho Monteiro (PTC), presidente de uma das comissões processantes que atuam na casa e que almejam a cassação de Claudinho da Geladeira.

No documento enviado ao vereador Claudinho Monteiro, Carla Morando indica que data para um novo depoimento deverá ser informada, o que não está descrito no ofício. O Diário apurou, entretanto, que os advogados que acompanham os processos envolvendo Claudinho da Geladeira marcariam novo depoimento para a terça-feira, dia 1º de dezembro. Na visão dos defensores, a deputada teria faltado apenas duas vezes.

Antes disso, a parlamentar já tinha se ausentado em depoimento previsto para o dia 12 de novembro, alegando conflito de agendas. Remarcou para o dia 17 do mesmo mês, não compareceu e não informou por qual motivo não se apresentou para auxiliar Claudinho da Geladeira em sua defesa. O período de oitivas foi encerrado pelas duas comissões.

O chefe do Executivo é processado por duas comissões na casa. Uma delas apura irregularidade em possível atuação de fura-fila da Covid-19 na cidade e por uma outra que investiga a falta de respostas a requerimentos de informação pedidos por vereadores da oposição.

NOTIFICAÇÃO

Com o fim das oitivas, as comissões processantes têm que notificar o prefeito Claudinho da Geladeira para que o tucano elabore defesa que será anexada no relatório final. O vereador Claudinho Monteiro, entretanto, declarou que os advogados da Câmara não encontraram o chefe do Executivo em seu gabinete para entregar o ofício.

Caso receba o ofício, Claudinho da Geladeira tem cinco dias para construir suas estratégias de defesa. As comissões devem atuar até o dia 15 de dezembro. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;