Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

À espera de Gilmar Mendes


Raphael Rocha

22/01/2019 | 06:30


O recesso do STF (Supremo Tribunal Federal) vai até o dia 31 de janeiro. Neste período, há um ministro de plantão, que é Luiz Fux. Foi Fux, por exemplo, quem autorizou a suspensão da investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL). E corre no Supremo pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do prefeito afastado de Mauá, Atila Jacomussi (PSB). A solicitação foi feita diretamente no gabinete do ministro Gilmar Mendes – o mesmo que, no ano passado, mandou soltar e depois autorizou o retorno de Atila. Os advogados do socialista poderiam recorrer a Fux, plantonista, mas decidiram esperar o fim do recesso do Judiciário federal, pois acreditam que Gilmar manterá o entendimento anterior, determinará a soltura de Atila e sua imediata volta ao cargo.

Possibilidade

 Está forte o comentário de outra mudança no primeiro escalão do governo do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB). A alteração seria o ingresso do ex-vereador Paulo Bottura (PTB) para uma função de articulador com a Câmara ou à frente da Pasta de Governo. Bottura, apesar de ter obtido 1.494 votos, não conseguiu se reeleger porque os votos do Solidariedade, que estava coligado com o PTB no pleito de 2016, não foram computados. O ex-parlamentar, que também dirigiu o antigo DAE (Departamento de Água e Esgoto) da cidade, estava na chapa que defendia a reeleição do então prefeito Paulo Pinheiro (DEM), derrotado por Auricchio.

Figura constante

 Deputada estadual eleita, a primeira-dama de São Bernardo, Carla Morando (PSDB), virou habitué das reuniões feitas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com seu secretariado. Na semana passada, o tucano reuniu o primeiro escalão para traçar metas e Carla compareceu. Foi a terceira reunião que a tucana esteve presente.

Posse

 Por falar nos deputados estaduais eleitos, a Assembleia Legislativa confirmou que dia 15 de março será a posse dos parlamentares paulistas referendados pelo voto no dia 7 de outubro. O Grande ABC terá seis representantes: Luiz Fernando Teixeira (PT), Teonilio Barba (PT), Carla Morando (PSDB), Coronel Nishikawa (PSL), Thiago Auricchio (PR) e Márcio da Farmácia (Podemos).

Passa bem

 Coordenador do PSDB no Grande ABC, Márcio Canuto foi transferido ontem para o quarto no Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André. Ele passou o fim de semana em observação na UTI do complexo hospitalar após sentir, na semana passada, fortes dores de cabeça. Após diversos exames, foi descartada a existência de AVC (Acidente Vascular Cerebral), mas ainda não há prazo para que o tucano retome os trabalhos.

Renovado

 De São Bernardo, Bruno Gabriel foi reconduzido ao posto de presidente da juventude do MDB. Ele ficará na função até 2020. Bruno Gabriel, que foi candidato a vice-prefeito de São Bernardo em 2016, teve papel destacado na campanha ao governo do Estado de Paulo Skaf (MDB), da Fiesp.


 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;