Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Caso de faculdade vai parar no MP

Oposicionista Pery Cartola aciona Promotoria para apurar manobra que Faculdade das Américas quer dar no MEC para chegar a S.Bernardo


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

02/09/2014 | 07:00


O vereador de oposição Pery Cartola (Solidariedade) acionou ontem o Ministério Público para apurar a instalação da Faculdade das Américas em São Bernardo. A instituição tenta driblar o MEC (Ministério da Educação) para abrir campus na cidade com curso de Medicina.

Segundo Pery, a intenção é fazer com que a Promotoria de São Bernardo investigue o caso, já que o MEC informou não ter atribuições para apurar a situação. O parlamentar também pediu a promotores do município acompanhamento dos desdobramentos da Operação Pouso Forçado, da PF (Polícia Federal), que apreendeu 12 jatinhos irregulares no Brasil, entre eles o do caso dono da Faculdade das Américas.

“Trata-se de uma excelente notícia para o nosso município termos campus com grade de Medicina, no entanto, causou-nos estranheza essa negociação ser realizada com pessoas investigadas por fraude pela Policia Federal, a exemplo do que tivemos recentemente com o escândalo do uniforme escolar, o que não podemos mais admitir”, justificou Pery, no ofício encaminhado ao MP, que também questiona a transação do terreno na Avenida Wallace Simonsen, no bairro Nova Petrópolis, onde funcionará a unidade. O grupo pagou R$ 26 milhões pela área, valor considerado acima do mercado, conforme consulta a imobiliárias que atuam no bairro.

A Faculdade das Américas tenta se valer de portaria assinada pelo MEC autorizando a instituição a ministrar curso de Medicina no campus que possui na Rua Augusta, em São Paulo. A publicação é clara a respeito da permissão para oferecer a matéria exclusivamente na Capital, mas a universidade e a Prefeitura de São Bernardo já celebraram o convênio – anunciado com pompas – para “o primeiro curso de Medicina” do município.

Leila Mejdalani Pereira e José Roberto Lamacchia, donos da faculdade, foram investigados pela PF por utilização de jatinho de luxo sem pagar impostos que incidem sobre compra de aeronaves que sobrevoam o território nacional. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caso de faculdade vai parar no MP

Oposicionista Pery Cartola aciona Promotoria para apurar manobra que Faculdade das Américas quer dar no MEC para chegar a S.Bernardo

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

02/09/2014 | 07:00


O vereador de oposição Pery Cartola (Solidariedade) acionou ontem o Ministério Público para apurar a instalação da Faculdade das Américas em São Bernardo. A instituição tenta driblar o MEC (Ministério da Educação) para abrir campus na cidade com curso de Medicina.

Segundo Pery, a intenção é fazer com que a Promotoria de São Bernardo investigue o caso, já que o MEC informou não ter atribuições para apurar a situação. O parlamentar também pediu a promotores do município acompanhamento dos desdobramentos da Operação Pouso Forçado, da PF (Polícia Federal), que apreendeu 12 jatinhos irregulares no Brasil, entre eles o do caso dono da Faculdade das Américas.

“Trata-se de uma excelente notícia para o nosso município termos campus com grade de Medicina, no entanto, causou-nos estranheza essa negociação ser realizada com pessoas investigadas por fraude pela Policia Federal, a exemplo do que tivemos recentemente com o escândalo do uniforme escolar, o que não podemos mais admitir”, justificou Pery, no ofício encaminhado ao MP, que também questiona a transação do terreno na Avenida Wallace Simonsen, no bairro Nova Petrópolis, onde funcionará a unidade. O grupo pagou R$ 26 milhões pela área, valor considerado acima do mercado, conforme consulta a imobiliárias que atuam no bairro.

A Faculdade das Américas tenta se valer de portaria assinada pelo MEC autorizando a instituição a ministrar curso de Medicina no campus que possui na Rua Augusta, em São Paulo. A publicação é clara a respeito da permissão para oferecer a matéria exclusivamente na Capital, mas a universidade e a Prefeitura de São Bernardo já celebraram o convênio – anunciado com pompas – para “o primeiro curso de Medicina” do município.

Leila Mejdalani Pereira e José Roberto Lamacchia, donos da faculdade, foram investigados pela PF por utilização de jatinho de luxo sem pagar impostos que incidem sobre compra de aeronaves que sobrevoam o território nacional. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;