Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Para brasileiros, México foi bem e impediu a vitória em Fortaleza

Jogadores valorizam atuação dos adversários ao justificar empate por 0 a 0 no Castelão


Anderson Fattori
Enviado a Fortaleza

18/06/2014 | 07:00


Mais do que apontar o que deu errado pelo lado do Brasil, os jogadores da Seleção de forma geral preferiram valorizar a atuação do México, sobretudo do goleiro Ochoa, o destaque da partida de ontem à tarde, no Estádio Castelão.

“Copa do Mundo é isso mesmo, não tem jogo fácil. Foram duas equipes que tentaram o gol a todo momento. Fizemos de tudo, mas enfrentamos time que se defendeu e atacou muito bem. Agora é descansar e decidir a classificação contra Camarões na última rodada (segunda-feira, às 17h, em Brasília)”, recomendou Julio Cesar.

O zagueiro David Luiz teve impressão bem parecida com a do goleiro. “São dois times qualificadas, que fizeram grande jogo. Queremos nos classificar, mas nossos adversários também. Então é isso, vamos mudar o foco para o jogo contra Camarões”, disse.

Um dos melhores em campo, o zagueiro Thiago Silva mostrou tranquilidade ao analisar a partida. “Hoje (ontem), não conseguimos ganhar porque enfrentamos equipe bem postada. Todas que vêm jogar contra o Brasil têm ideia de como vamos atuar e procuram impedir nossas jogadas. Foi legal em termos táticos, mas sei que não era bem o que vocês da imprensa e os torcedores esperavam”, comentou o capitão brasileiro.

Thiago Silva recebeu cartão amarelo em falta cometida na entrada da área sobre Chicharito Hernandez no segundo tempo e, se receber outra punição diante de Camarões, estará automaticamente suspenso da partida de oitavas de final, situação semelhante à vivida por Neymar e Ramires, outros pendurados.

O fato, porém, não parece incomodar o capitão brasileiro. “O mais importante é sabermos que temos jogadores capacitados no grupo para suprir a minha ausência caso eu venha a levar o segundo cartão contra Camarões. Felipão convocou 23 atletas e todos estão aptos a entrar e corresponder”, garantiu Thiago Silva.

Ontem mesmo a delegação brasileira retornou para o Rio de Janeiro, onde manterá a preparação. Os jogadores foram liberados do trabalho hoje para curtir a família e se reapresentam amanhã, na Granja Comary.

Paredão, Ochoa vibra com empate

Eleito o melhor jogador em campo pela Fifa, o goleiro mexicano Ochoa vibrou com o empate conquistado diante da Seleção Brasileira.

“Sabíamos que seria muito difícil jogar contra o Brasil em sua casa. Por sorte, a equipe mostrou solidez defensiva. Conseguir fazer as defesas em uma Copa do Mundo, contra o anfitrião e ter esse 0 a 0 não foi fácil. Vamos embora contentes, demos um grande passo”, analisou o arqueiro, que realizou pelo menos quatro defesas importantes para evitar a vitória do Brasil – uma delas em cabeçada de Thiago Silva. “O lance de cabeça foi o mais complicado. O rebote foi seco e difícil de defender”, afirmou o goleiro mexicano.

O capitão Rafa Márquez fez questão de elogiar a atuação de Ochoa, mas lembrou que os outros jogadores também se dedicaram e foram responsáveis pelo ponto conquistado. “Ele (Ochoa) fez um trabalho excelente, mas todos nós fizemos esforço e soubemos responder”, opinou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para brasileiros, México foi bem e impediu a vitória em Fortaleza

Jogadores valorizam atuação dos adversários ao justificar empate por 0 a 0 no Castelão

Anderson Fattori
Enviado a Fortaleza

18/06/2014 | 07:00


Mais do que apontar o que deu errado pelo lado do Brasil, os jogadores da Seleção de forma geral preferiram valorizar a atuação do México, sobretudo do goleiro Ochoa, o destaque da partida de ontem à tarde, no Estádio Castelão.

“Copa do Mundo é isso mesmo, não tem jogo fácil. Foram duas equipes que tentaram o gol a todo momento. Fizemos de tudo, mas enfrentamos time que se defendeu e atacou muito bem. Agora é descansar e decidir a classificação contra Camarões na última rodada (segunda-feira, às 17h, em Brasília)”, recomendou Julio Cesar.

O zagueiro David Luiz teve impressão bem parecida com a do goleiro. “São dois times qualificadas, que fizeram grande jogo. Queremos nos classificar, mas nossos adversários também. Então é isso, vamos mudar o foco para o jogo contra Camarões”, disse.

Um dos melhores em campo, o zagueiro Thiago Silva mostrou tranquilidade ao analisar a partida. “Hoje (ontem), não conseguimos ganhar porque enfrentamos equipe bem postada. Todas que vêm jogar contra o Brasil têm ideia de como vamos atuar e procuram impedir nossas jogadas. Foi legal em termos táticos, mas sei que não era bem o que vocês da imprensa e os torcedores esperavam”, comentou o capitão brasileiro.

Thiago Silva recebeu cartão amarelo em falta cometida na entrada da área sobre Chicharito Hernandez no segundo tempo e, se receber outra punição diante de Camarões, estará automaticamente suspenso da partida de oitavas de final, situação semelhante à vivida por Neymar e Ramires, outros pendurados.

O fato, porém, não parece incomodar o capitão brasileiro. “O mais importante é sabermos que temos jogadores capacitados no grupo para suprir a minha ausência caso eu venha a levar o segundo cartão contra Camarões. Felipão convocou 23 atletas e todos estão aptos a entrar e corresponder”, garantiu Thiago Silva.

Ontem mesmo a delegação brasileira retornou para o Rio de Janeiro, onde manterá a preparação. Os jogadores foram liberados do trabalho hoje para curtir a família e se reapresentam amanhã, na Granja Comary.

Paredão, Ochoa vibra com empate

Eleito o melhor jogador em campo pela Fifa, o goleiro mexicano Ochoa vibrou com o empate conquistado diante da Seleção Brasileira.

“Sabíamos que seria muito difícil jogar contra o Brasil em sua casa. Por sorte, a equipe mostrou solidez defensiva. Conseguir fazer as defesas em uma Copa do Mundo, contra o anfitrião e ter esse 0 a 0 não foi fácil. Vamos embora contentes, demos um grande passo”, analisou o arqueiro, que realizou pelo menos quatro defesas importantes para evitar a vitória do Brasil – uma delas em cabeçada de Thiago Silva. “O lance de cabeça foi o mais complicado. O rebote foi seco e difícil de defender”, afirmou o goleiro mexicano.

O capitão Rafa Márquez fez questão de elogiar a atuação de Ochoa, mas lembrou que os outros jogadores também se dedicaram e foram responsáveis pelo ponto conquistado. “Ele (Ochoa) fez um trabalho excelente, mas todos nós fizemos esforço e soubemos responder”, opinou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;