Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Militares questionam fotos de britânicos torturando iraquiano


Da AFP

02/05/2004 | 12:39


Fontes militares citadas pela TV BBC neste domingo questionaram a autenticidade das fotos publicadas na véspera pelo jornal Daily Mirror, nas quais se vê soldados britânicos torturando um prisioneiro iraquiano, antes de urinar sobre ele.

Segundo fontes militares ligadas ao Queen's Lancashire Regiment, regimento alvo das acusações, atualmente mobilizado no sul do Iraque ao redor de Basra, vários indícios permitiriam duvidar da autenticidade das fotos, que inclusive poderiam não ter sido tiradas no Iraque.

O caminhão da marca Bedford onde as fotos foram tiradas e em cuja parte traseira o prisioneiro teria sido torturado nunca foi utilizado no Iraque, informaram as fontes, citadas de forma anônima pela BBC.

Da mesma forma, a arma apontada para a cabeça do prisioneiro encapuzado seria de um modelo diferente à utilizada pelos soldados britânicos no Iraque. Por último, os soldados britânicos presentes no país só usariam boinas e nunca chapéus como o que um dos torturadores aparece usando na foto publicada pelo Mirror.

Recusando-se a entrar no debate sobre a autenticidade das fotos, o ministro britânico das Relações Exteriores, Jack Straw, reiterou na manhã deste domingo na BBC que "estas acusações são extremamente levadas a sério" e que se iniciou uma investigação ao mais alto nível.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Militares questionam fotos de britânicos torturando iraquiano

Da AFP

02/05/2004 | 12:39


Fontes militares citadas pela TV BBC neste domingo questionaram a autenticidade das fotos publicadas na véspera pelo jornal Daily Mirror, nas quais se vê soldados britânicos torturando um prisioneiro iraquiano, antes de urinar sobre ele.

Segundo fontes militares ligadas ao Queen's Lancashire Regiment, regimento alvo das acusações, atualmente mobilizado no sul do Iraque ao redor de Basra, vários indícios permitiriam duvidar da autenticidade das fotos, que inclusive poderiam não ter sido tiradas no Iraque.

O caminhão da marca Bedford onde as fotos foram tiradas e em cuja parte traseira o prisioneiro teria sido torturado nunca foi utilizado no Iraque, informaram as fontes, citadas de forma anônima pela BBC.

Da mesma forma, a arma apontada para a cabeça do prisioneiro encapuzado seria de um modelo diferente à utilizada pelos soldados britânicos no Iraque. Por último, os soldados britânicos presentes no país só usariam boinas e nunca chapéus como o que um dos torturadores aparece usando na foto publicada pelo Mirror.

Recusando-se a entrar no debate sobre a autenticidade das fotos, o ministro britânico das Relações Exteriores, Jack Straw, reiterou na manhã deste domingo na BBC que "estas acusações são extremamente levadas a sério" e que se iniciou uma investigação ao mais alto nível.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;