Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bush ganha primárias na Carolina do Sul


Do Diário do Grande ABC

20/02/2000 | 15:48


O governador George W. Bush, que sofrera uma tremenda derrota na primária republicana anterior, conseguiu a revanche nesse sábado ao vencer John McCain por maioria esmagadora na primeira eleiçao interna do partido no sul do país. A luta acirrada entre os dois principais pré-candidatos presidenciais do Partido Republicano, provocou uma assistência alta às urnas na Carolina do Sul nesse sábado, mas contrariamente ao que se esperava, isso nao beneficiou o senador por Arizona, acabou sendo mais útil ao governador do Texas. Contados 99% dos votos, Bush tem 301.050, ou 53%, e McCain 237.888, ou 42%. O ultra-conservador Alan Keyes, primeiro negro a se apresentar como pré-candidato presidencial republicano, obteve apenas 25.510 votos, o 5%.

Os candidatos partiram logo de aviao para o estado de Michigan, onde os republicanos vao escolher nesta segunda-feira os delegados para a convençao nacional de verao, onde finalmente vai surgir o candidato presidencial para as eleiçoes nacionais de novembro.

Bush disse a cerca de 150 simpatizantes concentrados em um hotel da cidade de Grand Rapids, que precisava da ajuda deles para divulgar seu programa de reduçao de impostos e de reforma no governo. "Em questao de dois dias teremos uma oportunidade de continuar o que começamos esta noite na Carolina do Sul, a saber, o princípio do fim da era Clinton em Washington", disse o filho do ex-presidente George Bush. Aos gritos de "em frente John, em frente", centenas de partidários de McCain o receberam no vestíbulo de um hotel perto da cidade de Detroit. O ex-prisioneiro de guerra no Vietname passou cerca de 15 minutos cumprimentando simpatizantes, mas nao discursou.

A luta pela indicaçao será a partir de agora uma maratona de primárias em 18 estados durante 17 dias. Bush precisava da vitória de nesse sábado à noite para diminuir o impulso de McCain, que surpreendentemente o havia derrotado com sobras no estado nordestino de New Hampshire no início deste mês de fevereiro, diminuindo um pouco a fama de invencível do favorito Bush, que além de estar em vantagem nas pesquisas nacionais, tem os maiores recursos financeiros já vistos numa campanha presidencial nos Estados Unidos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bush ganha primárias na Carolina do Sul

Do Diário do Grande ABC

20/02/2000 | 15:48


O governador George W. Bush, que sofrera uma tremenda derrota na primária republicana anterior, conseguiu a revanche nesse sábado ao vencer John McCain por maioria esmagadora na primeira eleiçao interna do partido no sul do país. A luta acirrada entre os dois principais pré-candidatos presidenciais do Partido Republicano, provocou uma assistência alta às urnas na Carolina do Sul nesse sábado, mas contrariamente ao que se esperava, isso nao beneficiou o senador por Arizona, acabou sendo mais útil ao governador do Texas. Contados 99% dos votos, Bush tem 301.050, ou 53%, e McCain 237.888, ou 42%. O ultra-conservador Alan Keyes, primeiro negro a se apresentar como pré-candidato presidencial republicano, obteve apenas 25.510 votos, o 5%.

Os candidatos partiram logo de aviao para o estado de Michigan, onde os republicanos vao escolher nesta segunda-feira os delegados para a convençao nacional de verao, onde finalmente vai surgir o candidato presidencial para as eleiçoes nacionais de novembro.

Bush disse a cerca de 150 simpatizantes concentrados em um hotel da cidade de Grand Rapids, que precisava da ajuda deles para divulgar seu programa de reduçao de impostos e de reforma no governo. "Em questao de dois dias teremos uma oportunidade de continuar o que começamos esta noite na Carolina do Sul, a saber, o princípio do fim da era Clinton em Washington", disse o filho do ex-presidente George Bush. Aos gritos de "em frente John, em frente", centenas de partidários de McCain o receberam no vestíbulo de um hotel perto da cidade de Detroit. O ex-prisioneiro de guerra no Vietname passou cerca de 15 minutos cumprimentando simpatizantes, mas nao discursou.

A luta pela indicaçao será a partir de agora uma maratona de primárias em 18 estados durante 17 dias. Bush precisava da vitória de nesse sábado à noite para diminuir o impulso de McCain, que surpreendentemente o havia derrotado com sobras no estado nordestino de New Hampshire no início deste mês de fevereiro, diminuindo um pouco a fama de invencível do favorito Bush, que além de estar em vantagem nas pesquisas nacionais, tem os maiores recursos financeiros já vistos numa campanha presidencial nos Estados Unidos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;